Ganhador do Grammy, Delino Marçal lamenta assassinato da mãe: 'meu choro é de saudade'

A idosa foi morta com golpes de barra de ferro em Goiânia, Goiás

Delino Marçal e Odete Rosalina Machado
Legenda: O sepultamento do corpo está previsto para as 10h no Cemitério Jardim das Palmeiras, na capital goiana
Foto: reprodução

O cantor gospel e ganhador do Grammy Latino Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa de 2019, Delino Marçal, de 35 anos, lamentou o assassinato da mãe, a pastora Odete Rosalina Machado da Costa, 79 anos. A idosa foi morta com golpes de uma barra de ferro nesta sexta-feira (14) em Goiânia, Goiás. As informações são do jornal Metrópoles

O corpo dela está sendo velado na Igreja Assembleia de Deus do Residencial Rio Verde, na capital goiana, onde também acontece o culto fúnebre na manhã de sábado (15). O sepultamento está previsto para as 10h no Cemitério Jardim das Palmeiras.

Em uma publicação nas redes sociais, Delino disse que a mãe partiu de uma forma que não deseja a ninguém. "Tá doendo muito, mas eu sei que o céu está celebrando a sua chegada!", afirmou. 

“Em cada canto desse Brasil contei sua história de amor por Jesus. Te dei flores em vida, fiz tudo para ver seu sorriso lindo, meu choro é de saudade.”
Delino Marçal
cantor gospel

Assassinato violento

A pastora Odete foi morta, na manhã desta sexta-feira, com golpes de uma barra de ferro em frente a igreja evangélica onde ela pastoreava, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, o suspeito de cometer a agressão foi preso.

Conforme a investigação da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), o homem de 22 anos foi identificado como Matheus Macaubas Lima Santos. Ele teria invadido o local e acertado a vítima com três golpes na cabeça. Segundo a publicação, após o homicídio, o jovem, que estava nu e supostamente em um episódio de surto, saiu correndo.

O delegado André Veloso revelou que o suspeito tentou matar a esposa e a enteada horas antes do crime. 

Dependência química e surtos

Conforme os parentes de Matheus Macaubas, o jovem era dependente químico de chack há dois meses. Nesse período, chegou ter um surto em que andou cerca de 20 quilômetros apenas de cueca. 

Ele chegou a ser internado em uma clínica por um mês após o episódio, mas na madrugada de sexta-feira voltou a ter um novo surto, quando tentou assassinar a esposa e a enteada. 

Conforme o jornal, policiais civis estão fazendo entrevistas e procurando por câmeras de monitoramento para saber qual foi o caminho que o suspeito fez entre a tentativa de homicídio da companheira e o assassinato da pastora.
  

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil

Assuntos Relacionados