Condenados da Lava Jato devem ser presos ainda este ano

Alteração promovida pelo STF e provas reunidas no processo dos réus condenados por Sérgio Moro devem possibilitar condenação e prisão

Os tribunais de segunda instância devem condenar e prender executivos de empreiteiras e políticos na operação Lava Jato, após alteração promovida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e provas reunidas nos processos.

As provas reunidas no processo de réus condenados pelo juiz federal Sérgio Moro, que terão recursos julgados em segundo grau ainda este ano, possibilitam que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região ordene a prisão de empresários, executivos e políticos.

A decisão do STF, que abriu a possibilidade, alterou jurisprudência e permitiu a execução da pena em segunda instância, sem necessidade de aguardar o transitado em julgado do processo.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil