Serial killer "vampiro" de crianças foge da prisão e é linchado no Quênia

Criminoso foi reconhecido no vilarejo onde cresceu e atacado por multidão

Masten Wanjala
Legenda: Masten Wanjala foi morto por uma multidão após fugir da prisão, onde estava preso pelo assassinato de mais de dez crianças
Foto: Reprodução/Twitter/Directorate of Criminal Invastigations

As autoridades do Quênia confirmaram a morte de Masten Wanjala, um serial killer de crianças confesso que estava sendo procurado após fugir da prisão. As informações são do jornal O Globo

Segundo a polícia, o criminoso foi morto por uma multidão no vilarejo de Mukhweya, na cidade de Bungoma.

Wanjala é acusado pela morte de mais de 10 crianças e de beber o sangue de algumas de suas vítimas. Por isso é descrito pelas autoridades como um "vampiro sanguinário". 

Os crimes

Conforme as investigações, as vítimas eram atraídas por Wanjala, que fingia ser técnico de futebol. Em alguns casos, ele manteve as crianças como reféns e exigiu dinheiro pelo resgate. O assassino também confessou que drogava as vítimas.

O comandante da polícia Musyoki Mutungi disse ao jornal Standard não saber como Wanjala viajou sozinho da capital, Nairóbi, até o vilarejo.

"Não temos certeza de como ele conseguiu viajar de Nairóbi até sua região de origem, mas foram os moradores que primeiro o identificaram, antes mesmo que a polícia pudesse ser informada", disse. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados