Brasileira morre em Portugal após viajar para visitar família, e corpo aguarda translado há 7 dias

Eunice Soares chegou a ser reanimada por uma equipe médica, mas não resistiu. Família cria vaquinha para tentar pagar o translado

brasileira morre em Portugal
Legenda: Idosa estava no país desde fevereiro passado na casa de uma das filhas
Foto: Reprodução

A família da capixaba Eunice Soares, de 69 anos, que morreu há uma semana em Portugal vítima de um infarto, organiza uma vaquinha virtual para transladar o corpo da idosa. 

Eunice estava na Europa desde o mês de fevereiro passado, quando foi visitar a filha e os netos. Esse mesmo passeio costumava ser feito por ela a cada três anos.

Segundo o Globo, a idosa passou mal na manhã da última sexta-feira (6), recebeu atendimento médico em um hospital e alta em seguida. 

Porém, na volta para casa, ela teria sentido dores no estômago e desmaiou. Uma ambulância foi acionada, e os socorristas tentaram reanimá-la, mas não havia mais pulsação e nem batimentos cardíacos. 

Ajuda financeira

Os parentes de Eunice criaram uma "vaquinha virtual" para pagar o translado do corpo ao Brasil. O serviço é estimado em 20 mil euros, cerca de R$ 108 mil. 

"Não temos condições de fazer o traslado. É muito caro. Não temos condições de pagar passagem e ir até Portugal. Ou vamos ou mandamos esse dinheiro que estamos conseguindo para fazer o enterro dela lá", contou Clécia Soares, a outra filha da brasileira, que mora em Vila Velha, no Espírito Santo.

A sobrinha de Eunice, Chardilene Zandomênico, que criou a campanha, fez um apelo nas redes sociais. Ela frisou que a família tem o desejo de enterrar a tia no Brasil, mas caso o valor não seja arrecadado, a segunda opção seria enterrá-la em Portugal mesmo. 

Veja o pedido de doação feito pela sobrinha de Eunice Soares

Ei, boa tarde! Sou Chardilene. Eu preciso criar essa vaquinha online pra trazer o corpo da minha tia EUNICE DE OLIVEIRA SOARES de 69 anos, brasileira — que faleceu em Portugal sexta-feira passada, aparentemente de um infarto. A família não tem condições em arcar com os custos de traslado, que são 20 mil euros em média. Cerca de 100 mil reais. Para enterrar lá não é gratuito, ficando em torno de 6 mil euros, fora o caixão. A família quer trasladar o corpo para sepultar aqui no Brasil. Se caso não conseguirmos para o traslado, pelo menos para o enterro lá. Ou 20 mil reais para passagem, em caráter de urgência, para as duas filhas que estão aqui irem para Portugal, para ajudarem a irmã que mora lá. Precisamos dessa ajuda urgente! Por favor, nos ajudem! Não temos muito tempo. Qualquer valor é bem-vindo! Obrigada, Chardilene.”

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados