Suíço procurado pela Interpol é preso suspeito de deixar namorada paraplégica em Canoa Quebrada

Segundo a PF, o nome do estrangeiro conta na lista da Difusão Vermelha da Interpol. Ele foi preso na Tailândia

Suspeito de jogar a ex-companheira do segundo andar de um prédio que estava construindo em Canoa Quebrada, no Ceará, o suíço Roger Ulrich, conhecido como "Cigano", foi localizado pela Interpol na Tailândia e preso pelas autoridades locais. O estrangeiro foi extraditado para o Brasil neste sábado (14), e está preso na Polícia Federal do Ceará, em Fortaleza. 

O caso aconteceu em 2004, e a vítima ficou paraplégica. A prisão do suspeito foi divulgada pela Polícia Federal nesta segunda-feira (16). 

Segundo a PF, o nome do estrangeiro conta na lista da Difusão Vermelha da Interpol

Após ser localizado, o suíço, atualmente com 56 anos, permaneceu preso na Tailândia por cerca de três meses até ser trazido a Fortaleza em cumprimento ao mandado de prisão preventiva requerida pela 1ª Vara Cível de Aracati, expedido ainda em 16 de julho de 2007. 

O mandado de prisão foi cumprido a partir do acordo entre os governos do Brasil e da Tailândia, informou a PF. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança