Idosa de 83 que teve casa invadida em Aracati foi morta por ter reconhecido assaltante, diz PM

Um dos suspeitos confessou o crime e afirmou que a dupla invadiu a casa da idosa para assaltar, mas o comparsa matou a vítima após ela reconhecê-lo

foto
Legenda: Os policiais apreenderam duas pistolas com os suspeitos de assassinar idosa em Aracati, uma delas utilizada no crime
Foto: Reprodução/PMCE

A Polícia Militar (PM) prendeu dois homens pelo assassinato da idosa de 83 anos que teve a casa invadida na zona rural de Aracati, neste domingo (25). Um dos suspeitos confessou o crime, que ocorreu na sexta-feira (23), e afirmou aos policiais que o comparsa baleou a vítima após ela reconhecê-lo, de acordo com informações da PM.

A idosa não resistiu aos ferimentos e morreu em casa. As composições policiais fizeram as buscas nas localidades de Cajueiro e Tanque Salgado após receberem informações de que os suspeitos estavam escondidos nessa região.

De acordo com a Polícia Militar, Francisco Álvaro do Nascimento Costa, de 20 anos, foi preso na noite desde sábado (24) e entregou a localização do outro suspeito, Igo da Silva Rocha, de 28 anos. Igo foi preso poucas horas depois, na madrugada deste domingo (25). 

Francisco  confessou o envolvimento no crime e afirmou aos policiais que o comparsa foi o autor do disparo. Ele disse aos policiais que a dupla invadiu a casa da vítima para roubar. A idosa foi morta após reconhecer Igo, de acordo com Francisco Álvaro.

Com eles, a PM apreendeu duas espingardas, entre elas, a que foi usada no crime.

Os dois homens e as armas apreendidas foram encaminhados à Delegacia Regional de Aracati. Um inquérito policial foi instaurado para continuar as investigações. Eles não tinham antecedentes criminais. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança