Dupla é presa suspeita comandar esquema intermunicipal de venda de certificados falsos

Eles estariam vendendo certificados para comprovação de título dos candidatos a uma vaga de recepcionista, fornecida pela Prefeitura de Aracati

Certificados falsos
Legenda: Outras cinco pessoas serão indiciadas e podem responder por uso de documento falso
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Dois homens foram presos suspeitos de comandarem um esquema intermunicipal de fabricação e venda de certificados de ensino falsos, em Aracati e Cariús, no interior do Ceará. Outras cinco pessoas serão indiciadas. As ofensivas aconteceram nesta semana e foram divulgadas na quinta-feira (18) pela Polícia Civil.

A Secretaria da Segurança Pública informou que as apurações começaram quando os policiais civis souberam que homens estariam vendendo certificados para comprovação de título dos candidatos a uma vaga de recepcionista, ofertada pela Prefeitura Municipal de Aracati.

No curso das investigações, as equipes constataram indícios e localizaram a dupla responsável. Os certificados de ensino falsos eram fornecidos nas cidades de Aracati e Cariús, de acordo com a Polícia Civil.

Prisão

Diante do que foi colhido, Raimundo Nonato Alves da Silva, 42, e Marcílio de Sousa Silva, 44, que não tinham antecedentes criminais, foram presos.

Eles foram levados para a delegacia, onde os mandados de prisão pelos crimes de falsificação de documento particular e falsidade ideológica em desfavor deles foram cumpridos.

Indiciadas

Cinco pessoas que confessaram ter solicitado os documentos falsificados e tinham ciência da procedência ilegal dos certificados de ensino serão indiciadas e podem responder por uso de documento falso.

Agora, a Polícia Civil informa que continuará investigando o caso a fim de identificar outros partícipes do esquema criminoso, bem como localizar outros compradores do material ilícito.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança