Capturas por envolvimento em atos criminosos aumenta para 360

O balanço da Secretaria da Segurança Pública corresponde até as 17h desta segunda-feira (14).

Aumentou para 360 o número de pessoas presas ou apreendidas por envolvimento nos atos criminosos que acontecem no Ceará desde o dia 2 de janeiro.

O balanço da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) corresponde até as 17h desta segunda-feira (14).

O Ceará enfrenta uma onda de ataques criminosos que chegou ao 13º dia. Na última noite, um ônibus foi incendiado no município de Guaiúba. Até as 6h desta terça-feira (15), não foram registradas ações durante a madrugada. 

Na segunda-feira, criminosos xplodiram uma bomba em uma ponte no bairro Bonsucesso em Fortaleza, metralharam a sede da Guarda Municipal e incendiaram um ônibus escolar no município de Saboeiro, interior do Ceará. Ninguém se feriu.

Medidas de segurança

Na noite de sábado (12), em sessão extraordinária durante o recesso parlamentar, os deputados estaduais aprovaram um pacote de medidas na tentativa de fortalecer o combate às facções criminosas. Estiveram presentes na sessão 36 dos 46 deputados. As medidas foram sancionadas neste domingo (13) pelo governador Camilo Santana.

Além disso, o Governo prometeu pagar recompensa para quem prestar informações para a Polícia sobre os ataques criminosos ocorridos em Fortaleza e no Ceará, cujo valor pode chegar a R$ 30 mil, de acordo com anúncio feito por Camilo nesta segunda.

O pagamento mínimo definido na Lei da Recompensa é de R$ 1 mil. O governador assinou decreto que regulamenta a lei na tarde desta segunda. As denúncias podem ser feitas pelo 181 e pelo WhatsApp 98969.0182. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança