PT oficializa candidatura de Luizianne Lins à Prefeitura de Fortaleza

O anúncio ocorreu em convenção virtual do partido nesta quarta-feira (16)

O PT homologou a candidatura da deputada federal Luizianne Lins à Prefeitura de Fortaleza, em convenção virtual, nesta quarta-feira (16). O candidato a vice da chapa será o secretário de finanças e planejamento do partido no Estado, Vladyson Viana.

O PT lançou chapa "pura", ou seja, sem o apoio de outros partidos. Antes da convenção, o partido tentou aliança com outras legendas como MDB, Solidariedade e, principalmente, as siglas mais ligadas ao campo da esquerda. As tratativas, porém, não avançaram.

Em seu primeiro discurso como candidata, Luizianne abordou a desigualdade social na cidade e que uma das preocupações no momento é com o desemprego. 

"Nesse momento (de pandemia), a preocupação vai ser a questão do desemprego, a falta de perspectiva.  Os bairros que tiveram maior índice de contaminação (pelo novo coronavírus) foram Meireles, mas os que tiveram mais mortes foram na periferia. Temos que minimizar essas desigualdades. A concentração de renda da nossa cidade é brutal, é um marco social".

Perfis

Luizianne é jornalista, tem 51 anos e nasceu em Fortaleza. Ela já foi prefeita de Fortaleza por dois mandatos, de 2005 a 2012; vereadora de Fortaleza e deputada estadual. Atualmente, ocupa o mandato de deputada federal pela segunda vez. É a quarta vez que Luizianne vai concorrer à Prefeitura da Capital.

Já Vladyson, candidato a vice da chapa, tem experiência em gestão pública, tem 36 anos e nasceu em Fortaleza. Ele já foi assessor do gabinete do ex-governador Cid Gomes (PDT) e diretor do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus), do Ministério da Saúde. 

Com o fim das convenções partidárias nesta quarta, dez candidaturas à Prefeitura de Fortaleza foram oficializadas. São elas: Anízio Melo (PCdoB), Capitão Wagner (Pros), Célio Studart (PV), Heitor Férrer (Solidariedade), Heitor Freire (PSL), Luizianne Lins (PT), Paula Colares (UP), Renato Roseno (Psol), Samuel Braga (Patriota) e Sarto Nogueira (PDT).

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política

Assuntos Relacionados