Edital TRT-PR é publicado com vagas para técnico e analista; veja etapas e salários

Haverá reserva de vagas para candidatos com deficiência e candidatos negros

O concurso será aplicado pela Fundação Carlos Chagas
Legenda: O concurso será aplicado pela Fundação Carlos Chagas
Foto: Tribunal Regional do Trabalho do Paraná/Divulgação

O edital de abertura de inscrições do concurso público para servidores do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) foi publicado nesta quarta-feira (15). O certame, que será aplicado pela Fundação Carlos Chagas, servirá à formação de cadastro reserva.

“Enfatizamos a relevância desse avanço, que permitirá manter a excelente qualidade da prestação jurisdicional oferecida à sociedade, a qual vem sendo sustentada com sacrifício pelos servidores do Tribunal", declarou a presidente do TRT-PR, Desembargadora Ana Carolina Zaina.

O edital prevê os seguintes cargos:

  • Analista Judiciário - Área Judiciária (graduação em Direito);
  • Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal (graduação em Direito)
  • Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade: Contabilidade (graduação em Contabilidade)
  • Técnico Judiciário - Área Administrativa (direcionado aos candidatos que concluíram curso de Ensino Médio)

Segundo edital, haverá reserva de vagas para candidatos com deficiência e candidatos negros.

Como se inscrever no concurso TRT PR?

As inscrições deverão ser realizadas das 10h do dia 20 de junho às 14h do dia 12 de julho (horário de Brasília), e serão efetuadas exclusivamente pela internet, por meio do site da Fundação Carlos Chagas.

O valor das inscrições é de R$ 110 para os cargos de Analista Judiciário e de R$ 90 para o cargo de Técnico Judiciário.

Os salários variam de R$7.591,37, R$12.455,30 e R$14.271,70, entre cargos de ensino médio e superior.

Quais são as etapas do concurso?

A aplicação das provas está prevista para o dia 14 de agosto de 2022, no período da manhã, para o cargo de Técnico Judiciário e no período da tarde para os cargos de Analista Judiciário.

As provas poderão serão realizadas nas cidades de Curitiba, Cascavel, Guarapuava, Londrina e Maringá (detalhes no Edital).

Concorrentes ao cargo de técnico prestarão os exames pela manhã, enquanto os analistas à tarde. A discursiva de todos será uma prova de redação. Já a objetiva, constará de 60 questões sendo 20 de Conhecimentos Gerais e 40 de Conhecimentos Específicos. 

Na primeira parte, serão cobradas as disciplinas de Língua Portuguesa; Matemática e Raciocínio-Lógico. Já na parte específica, varia de acordo com o cargo.

 

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos do Papo Carreira