Concurso do Instituto Técnico e Científico de Perícia de RN tem 276 vagas e salário de até R$ 7.440

Inscrições abrem nesta segunda-feira (12) e seguem até 20 de maio

Instituo Técnico e Científico de Perícia (ITEP) do Rio Grande do Norte abre concurso público com 276 vagas
Legenda: As provas serão realizadas no dia 27 de julho
Foto: Divulgação/ITEP

O Instituo Técnico e Científico de Perícia (ITEP) do Rio Grande do Norte abriu concurso público com 276 vagas para níveis médio e superior. As inscrições ocorrem de 9h de segunda-feira (12) às 23h59 de 20 de maio, pelo site do concurso. O edital foi publicado neste sábado (10), no Diário Oficial de Rio Grande do Norte. 

Há vagas para as cidades de Natal, Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros. A carga-horária é de 40h semanais e há reserva de vagas para pessoas com deficiência. Veja relação de vagas e remuneração:

Nível médio: 

  • agente técnico forense - 97 vagas: remuneração de R$ 2.807,36
  • agente de necropsia - 37 vagas: remuneração de R$ 3.186,7

Nível superior:

  • assistente técnico forense (diversas especialidades) - 30 vagas: remuneração de R$ 3.456,8
  • perito criminal (área geral e áreas específicas) - 83 vagas: remuneração de R$ 7.440
  • perito médico legista (médico e médico psiquiatra) - 23 vagas: remuneração de R$ 7.440
  • perito odontologista - 6 vagas: remuneração de R$ 7.440 

A taxa de inscrição é de R$ 80 para os cargos de nível médio e R$ 110 para os cargos de nível superior. Serão isentos da taxa os candidatos inscritos no Cadastro Único, eleitores convocados para servis à Justiça Eleitoral e doadores de medula óssea, sangue e leite materno. 

A solicitação de isenção deve ser feita entre segunda-feira (12) e sexta-feira (16), através de formulário no site do concurso. 

Processo seletivo

A avaliação ocorre em cinco fases, que variam a depender do cargo. A primeira etapa consiste em provas objetiva e discursiva - válida para todas as vagas, realizadas em 27 de julho. As provas serão aplicadas em Natal, nos turnos da manhã, apenas para candidatos a agente de necropsia e perito criminal, e da tarde. 

O exame objetivo deve contemplar 80 questões de conhecimentos gerais e específicos, a depender da área. Já a prova discursiva consiste em uma redação para cargos de agente e para peritos, questões teóricas e estudo de caso.

Os candidatos devem passar ainda por avaliação psicológica, investigação social e prova de títulos e experiência profissional.  

Os classificados nas quatro primeiras fases devem realizar o Curso de Formação Profissional, em Natal, com duração média de 150h. 

Confira mais detalhes no edital

Quero receber conteúdos exclusivos do Papo Carreira