Vojvoda completa um ano de Fortaleza no rol dos maiores técnicos do clube; veja marcas

O técnico argentino alcançou 365 dias de trabalho no Leão nesta quarta-feira (4)

Vojvoda comemora título do Fortaleza
Legenda: Vojvoda soma 76 jogos do Fortaleza e três títulos em um ano
Foto: Leonardo Moreira / FEC

O técnico argentino Juan Pablo Vojvoda completa um ano de Fortaleza Esporte Clube nesta quarta-feira (4). São 365 dias de trabalho e a sensação de que sempre esteve no Pici. Com títulos, recordes e carisma, se consolidou no rol dos maiores comandantes da história leonina.

Em um clube centenário, o treinador transformou a instituição na própria “Fortaleza”. O elo existiu desde o início, com a decisão de morar no Centro de Excelência, a sede tricolor. Vojvoda mudou a metodologia de treino, a formação tática, cobrou melhorias e ampliou laço com torcida.

NÚMEROS DE VOJVODA NO FORTALEZA:

  • Jogos: 76
  • Vitórias: 39
  • Empates: 16
  • Derrotas: 21
  • Aproveitamento: 58,3%
  • Três títulos: Campeonato Cearense (2021-2022) e Copa do Nordeste (2022)

Assim, cresceu “sem elevar o tom ou mudar o respeito”. Os resultados também ajudaram na consolidação, com três títulos até o momento: Campeonato Cearense (2x) e Copa do Nordeste. As taças foram as primeiras da carreira, construídas também com destaque dentro do contexto nacional.

Vojvoda conseguiu a melhor posição da história do Nordeste na atual edição do Brasileirão (4º colocado), além da principal campanha da equipe na Copa do Brasil (semifinal) e de resultados memoráveis, como o 5 a 1 frente ao Internacional. Deste modo, se tornou cobiçado no mercado.

De fato, o enredo está escrito, em páginas de glórias. E há espaço para mais, o futuro também se eterniza, como a participação inédita na Libertadores. O contrato de Vojvoda é encerrado no fim de 2022, o tema da permanência ainda é distante, mas Vojvoda segue escrevendo a história.

MARCAS DE VOJVODA COM O FORTALEZA:

  • Série A: superou a campanha do Vitória-BA de 2008 e se tornou o clube nordestino com o melhor desempenho na história do 1º turno do Brasileirão no atual formato.
  • Série A: foi o time nordestino com a melhor colocação da história do atual formato da competição, encerrando na 4ª colocação geral do torneio, superando a 5ª posição do Vitória-BA em 2013.
  • Libertadores: foi o primeiro time cearense classificado para a competição da Conmebol.
  • Copa do Brasil: superou a melhor campanha da história do clube na competição ao se classificar às semifinais. Antes, a equipe tinha chegado às quartas durante 2001.
  • Campeonato Cearense: foi campeão invicto em 2021, em campanha iniciada por Enderson Moreira, encerrando tabu de 53 anos sem um vencedor sem derrotas - o última era o Ferroviário, em 1968.
  • Atlético-MG: encerrou tabu de 15 anos do rival sem triunfo fora de casa ao vencer na 1ª rodada.
  • Corinthians: encerrou tabu de 16 anos sem triunfo contra o rival ao vencer na 11ª rodada.
  • São Paulo: encerrou tabu de 47 anos do rival ao vencer pela primeira vez fora na 12ª rodada.
  • Palmeiras: encerrou tabu de 16 anos do rival sem triunfo fora de casa ao vencer na 15ª rodada.
  • Sport: encerrou tabu de 52 anos do rival ao vencer pela primeira vez fora na 22ª rodada.