Fortaleza investe em tecnologia para gerir dados e ampliar performance com Vojvoda

Clube fecha parceria com a Pro Soccer, empresa que presta serviços para o São Paulo

Vojvoda comanda treino do Fortaleza
Legenda: Vojvoda fez modificações no Leão para o Clássico-Rei
Foto: Karim Georges / Fortaleza

O Fortaleza concedeu um passo importante em prol da profissionalização da administração. O clube firmou parceria com a Pro Soccer, empresa de dados que presta serviços ao São Paulo. O objetivo: organizar e centralizar os dados em um software para melhorar a performance do elenco e a gestão.

O contrato foi firmado até o fim da temporada de 2021 e será oficializado nos próximos dias. O sistema foi desenvolvido exclusivamente para o time e visa integrar todos os setores da equipe, com maiores focos nos departamentos médico e de futebol.

No âmbito prático, o software vai centralizar informações e gerar relatórios atualizados diariamente para facilitar as decisões do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda. Com melhor fluxo de dados e sistemas de inteligência, a comissão técnica terá acessos aos dados específicos com rapidez.

Elenco do Fortaleza reunido em treino
Legenda: O elenco do Fortaleza terá acesso ao sistema de banco de dados do clube
Foto: Karim Georges / Fortaleza

Na aba dos jogadores, por exemplo, o comandante poderá ver dossiês de fisiologia, fisioterapia, massagem, GPS do jogo, intensidade de carga diária, alimentação e hidratação. Há também detalhes da programação de treino, viagem, logística e até desgaste com a distância percorrida.

Internamente, os atletas irão receber uma capacitação para manusear o software e inserir dados. No acompanhamento clínico, os jogadores terão detalhamentos sobre nível de carga muscular, prevenção de lesões e taxas de CK - taxa que mensura o esgotamento físico.

Imagem aérea de treino do elenco principal do Fortaleza
Legenda: Imagem aérea de treino do elenco principal do Fortaleza
Foto: Karim Georges / Fortaleza

O treinador é um admirador do uso de ferramentas de profissionalização para ampliar o controle do plantel. Assim, com maior arcabouço técnico, o comandante tem mais recursos para administrar a intensidade exigida nas partidas com a fadiga muscular dos jogadores.

"Quanto mais se profissionaliza, mais complexa fica o fluxo de informações. Uma vez que a gente está melhorando o trabalho da comissão técnica, também está melhorando a preparação para os jogos. Nós organizamos todas as informações, mostramos os dados no dia a dia e alimentamos um histórico para melhorar a performance”, explicou Kaue Kiss, fundador da Pro Soccer.

Gestão financeira

Dentre as metas a longo prazo da nova diretoria de futebol, o gestor Alex Santiago traçou como um objetivo a formação de um orçamento específico para o futebol. O valor seria parte da receita geral do clube, mas teria uma administração mais específica e voltada ao futebol profissional.

Com a Pro Soccer, o clube irá expandir a ideia de administração financeira do futebol. Isso porque o software permite a gestão de contrato de jogadores, caixa para aquisição de direitos econômicos, percentuais contratuais e uma série de outros recursos da gerência.