Ceará muda estratégia no mercado, investe em promessas e quer rejuvenescer elenco a longo prazo

O clube mapeou jogadores jovens de potencial para o restante da Série A

O atacante Erick comemorou gol com braço cruzado e semblante sério
Legenda: O atacante Erick assinou contratado com o Ceará até o fim de 2023
Foto: divulgação / Náutico

A diretoria do Ceará busca novas estratégias no mercado para alinhar resultados esportivo e financeiro com reforços do elenco. Após investir em renovações e compra de direitos federativos de jogadores consolidados, o clube mapeou promessas e quer rejuvenescer o plantel a longo prazo.

Assim, o perfil dos contratados mudou. Dos últimos quatro anunciados, por exemplo: todos são atacantes com idade até 23 anos, não atuavam na 1ª divisão nacional e chegam por empréstimo com opção de compra. A exceção é Erick, que tinha desempenho mais consistente e foi adquirido do Braga-POR por 400 mil euros (cerca de R$ 2,45 milhões).

As últimas contratações do Ceará em 2021:

  • ATA - Hélio Borges (21) | empréstimo do Azuriz/PR até o fim de 2021 com opção de compra.
  • ATA - Wendson (23) | empréstimo do Sampaio/RJ até 2022 com opção de compra.
  • ATA - Airton (22) | empréstimo do Cruzeiro até o fim de 2021 com prioridade de compra.
  • ATA - Erick (23) | adquirido em definitivo do Braga-POR com vínculo até 2023.

 

O plano envolve fornecer estrutura para o desenvolvimento de atletas em potencial, realizar a aquisição com baixo custo e ter o retorno econômico após uso no profissional. O case segue a linha do atacante Saulo, adquirido do Volta Redonda por R$ 300 mil e negociado por R$ 7,1 milhões.

"Estamos unindo a possibilidade esportiva com a financeira. São jovens monitorados e de potencial como foi o Saulo, até com a mesma característica da chegada dele. Às vezes estão em clubes que estão em baixa, em outra divisão, mas mostram resultado".
Robinson de Castro
Presidente do Ceará

No escopo de rendimento, a expectativa é que possam agregar qualidade ao plantel principal e utilizem o período no clube para evoluir tecnicamente, como Saulo fez ao ser cedido para o time campeão dos Aspirantes em 2020. No momento, Hélio Borges está integrando a equipe Sub-23.

Saulo comemora gol pelo Ceará na Arena Castelão
Legenda: O atacante Saulo era titular do Ceará em 2021 e foi vendido ao Yokohama, do Japão
Foto: Thiago Gadelha / SVM

Elenco jovem

Com o alto número de atletas revelados na sede da base, a Cidade Vozão, em Itaitinga, o projeto macro é rejuvenescer também o time principal. Para isso, há integração dos processos de formação com a comissão técnica de Guto Ferreira, o que possibilita maior aproveitamento no profissional.

Gabriel Lacerda comemora gol pelo Ceará
Legenda: O zagueiro Gabriel Lacerda assumiu a titularidade na ausência de Luiz Otávio
Foto: Kid Junior / SVM

As revelações foi decisivo em duelos importantes ao longo de 2021, como na vitória da estreia da Série A contra o Grêmio. Com avanço do estágio de maturação, nomes mais jovens passam a fazer parte do principal, como o zagueiro Lacerda (21), o volante Geovane (22) e o atacante João Victor (17).

Atletas no profissional do Ceará com idade Sub-23:

  • GOL | André Luiz (21)
  • GOL | Vinícius Machado (21)
  • ZAG | Alan Uchôa (22)
  • ZAG | Jordan (22)
  • ZAG | Lacerda (21)
  • LAT | Alessandro (22)
  • LAT | Kelvyn (22)
  • VOL | Pedro Naressi (23)
  • VOL | Gevoane (22)
  • ATA | Erick (23)
  • ATA | Jacaré (21)
  • ATA | Rick (21)
  • ATA | João Victor (17)
  • ATA | Airton (22)
  • ATA | Hélio Borges (21)
  • ATA | Wendson (23)