Por causa da Covid-19, rainha Elizabeth tem cerimônia militar de aniversário reduzida

Aniversário da monarca, no dia 21 de abril, geralmente é celebrado em junho na cidade de Londres com um grande desfile militar

Fotografia da rainha Elizabeth II durante a cerimônia
Legenda: Rainha Elizabeth II durante a cerimônia, que aconteceu no castelo de Windsor
Foto: AFP

A rainha Elizabeth II participou neste sábado (13) de uma cerimônia militar reduzida, marcada por medidas de distanciamento social devido ao coronavírus, no castelo de Windsor, para comemorar seus 94 anos.

O aniversário da monarca, em 21 de abril, geralmente é celebrado em junho em Londres com um grande desfile militar, na chamada "saudação das cores", que reúne centenas de militares e milhares de espectadores.

No entanto, este ano o desfile foi cancelado pela pandemia e substituído por um evento mais íntimo no castelo de Windsor, a cerca de 40 km de Londres, onde Elizabeth II e seu esposo, o príncipe Philip, estão confinados desde março. 

Tanto a soberana quanto seu marido, de 99 anos, fazem parte do grupo de risco da Covid-19.

A rainha compareceu à cerimônia vestida com um conjunto azul marinho, com o chapéu combinando, sorridente e observando os guardas que estavam a mais de dois metros de distância entre si, em respeito às recomendações para evitar o risco de contágio do coronavírus, que deixou mais de 41.000 mortos no país.

Esta é a primeira vez desde 1895 que o aniversário de um monarca é celebrado em Windsor. A última cerimônia nesta residência de verão foi em homenagem à rainha Vitória.

O duque de Edimburgo, de uma longevidade recorde na história britânica, completou 99 anos em 9 de junho.

Nessa ocasião, o Palácio de Buckingham divulgou uma nova foto do casal real no pátio do castelo no início de junho, casados há 72 anos.