Vojvoda lamenta derrota, mas garante Fortaleza na briga pela Libertadores: “sonho está intacto”

O técnico argentino analisou a partida e considerou o pênalti para o Santos decisivo no resultado

Vojvoda com semblante sério
Legenda: O técnico argentino Vojvoda enfrenta um momento de oscilação de resultados no Fortaleza
Foto: Thiago Gadelha / SVM

O Fortaleza perdeu para o Santos por 2 a 0 nesta quinta-feira (26), na Vila Belmiro/SP, pela 35ª rodada da Série A. O técnico argentino Vojvoda lamentou o revés, mas reforçou que o time segue firme na briga por uma vaga na Libertadores de 2022.

“O sonho está intacto, é o de todo torcedor. Não só temos que focar na próxima partida, mas no trabalho da semana, planejar e jogar o próximo jogo dando a importância que tem para nós”, afirmou.

Na classificação, o time está na 5ª posição, com 52 pontos. A colocação de momento garante participação na fase de grupos do torneio da Conmebol. Sobre o confronto, Vojvoda aponta que o pênalti a favor do Peixe, convertido por Marcos Leonardo aos 25 do 2º tempo, foi determinante - o atacante ampliou o placar no fim.

“O time fazia uma partida de pouca posse, mas balançando e pressionando, com transições ofensivas. Depois teve duas chances claras (e não marcou). No 2º tempo, se não acontecia o pênalti, a gente ia apoiar nas transições ofensivas, mas teve o pênalti que trocou a dinâmica do jogo”, explicou.

O próximo compromisso é na sexta (3) contra o Juventude. A bola rola às 19h, na Arena Castelão.

 
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte