Sul-Americana 2021: conheça os seis representantes brasileiros que irão disputar o torneio

Ceará será o único representante cearense no torneio internacional

Legenda: Ceará será o único representante do estado na Copa Sul-Americana 2021
Foto: Heuler Andrey/AFP

A 38ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro aconteceu nesta quinta-feira (25) e definiu os seis representantes do Brasil na Copa Sul-Americana 2021. Athletico-PR, Corinthians, RB Bragantino, Ceará, Atlético-GO e Bahia disputarão o torneio internacional nesta temporada.

O Alvinegro será o único representante cearense na ‘Sula’, e ao lado do Bahia, representarão o Nordeste na competição.

Com novo formato para 2021, a Copa Sul-Americana será disputada em fase de grupos. Serão 32 equipes divididas em oito grupos com quatro times cada. Os líderes de cada grupo se classificam para as oitavas de final.

A fase de grupos está prevista para começar no dia 20 de abril e se estenderá até o dia 27 de maio. O sorteio dos grupos acontecerá no dia 14 de abril.

Equipes participantes

Argentina e Brasil são os únicos países filiados a Conmebol que não precisarão passar pela primeira fase da Copa Sul-Americana e terão direito a seis representantes. Os demais associados terão direito a 4 vagas - que participarão da fase mata-mata inicial.

  • Argentina: Newell's Old Boys, Talleres, Lanús, Rosário Central, Arsenal de Sarandí e Independiente;
  • Brasil: Athletico-PR, Corinthians, RB Bragantino, Ceará, Atlético-GO e Bahia;
  • Bolívia: Jorge Wilstermann, Guabirá, Nacional Potosí e Atlético Palmaflor;
  • Chile: Palestino, Antofagasta, Cobresal e Huachipato;
  • Colômbia: Deportes Tolima, La Equidad, Deportivo Pasto e Deportivo Cali;
  • Equador: Emelec, Guayaquil City, Macará e Aucas;
  • Paraguai: Nacional, Guaireña, 12 de Octubre e River Plate;
  • Peru: Carlos A. Mannucci, Sport Huancayo, Universidad Técnica Cajamarca e Melgar;
  • Venezuela: Puerto Cabello, Aragua, Metropolitanos e Mineros de Guayana

*Uruguai é o único país que ainda não têm seus representantes definido.

Premiação

A Conmebol anunciou, em janeiro, um aumento de 25% devido ao novo formato da competição. A entidade injeterá US$ 11,8 milhões (cerca de R$ 64 milhões) na premiação total. O valor total a ser distribuído para todos os times agora é US$ 59 milhões (R$ 319 milhões).

  • Primeira fase: US$ 225 mil por jogo como mandante.
  • Fase de grupos: US$ 300 mil por jogo como mandante
  • Eliminados: US$ 120 mil (x8)
  • Oitavas de final: US$ 500 mil
  • Quartas de final: US$ 600 mil
  • Semifinal: US$ 800 mil
  • Vice-Campeão: US$ 2 milhões
  • Campeão: US$ 4 milhões
  • Valor total que um campeão pode receber (desde a fase de grupos): US$ 6,8 milhões (cerca de R$ 36 milhões)

Os representantes brasileiros na competição receberão US$ 900 mil (cerca de R$ 5 milhões na cotação atual).

Legenda: Equipes brasileiras receberão cerca de R$ 5 milhões por participar da Copa Sul-Americana 2021
Foto: Nelson Perez/Fluminense FC

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte