Saiba o motivo do Brasil ter desfilado com apenas 4 pessoas na abertura das Olimpíadas

Os porta-bandeiras Bruno Rezende (Bruninho), do vôlei, e Ketleyn Quadros, do judô, representaram os atletas no Estádio Olímpico de Tóquio

Legenda: Comitê Olímpico do Brasil (COB) optou por levar quatro representantes na Cerimônia de Abertura Oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Foto: Julio Cesar Guimarães/COB

O Time Brasil contou apenas com quatro representantes na Cerimônia de Abertura Oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Os porta-bandeiras Bruno Rezende (Bruninho), do vôlei, e Ketleyn Quadros, do judô, representaram os atletas no Estádio Olímpico de Tóquio - palco da solenidade. O Chefe de Missão Marco La Porta e Joyce Airdes, oficial e representantes dos colaborados do COB, também desfilaram.

A medida do Comitê Olímpico do Brasil, de levar menos representantes ao Estádio Olímpico de Tóquio, visa diminuir o risco de contágio da Covid-19. Em nota oficial publicada no site do COB, a entidade ressaltou "a segurança dos atletas" e afirmou prezar "pela saúde de todos os integrantes do Time Brasil". Confira comunicado na íntegra abaixo.

O exemplo brasileiro, no entanto, foi isolado. A maioria das delegações presentes no Estádio Olímpico de Tóquio optaram por levar grandes números de representantes. O Tajiquistão e o Quirguistão entraram no desfile sem a utilização de máscaras.

Confira nota na íntegra:

"O Time Brasil participará da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 nesta sexta-feira, dia 23, representado pelo número mínimo exigido de atletas e oficiais. Os porta-bandeiras Bruno Rezende (voleibol) e Ketleyn Quadros (judô) serão acompanhados pelo Chefe de Missão Marco La Porta e por mais um oficial administrativo. A decisão foi tomada levando-se em consideração a segurança dos atletas brasileiros em cenário de pandemia, minimizando riscos de contaminação e contato próximo, zelando assim pela saúde de todos os integrantes do Time Brasil.

A missão brasileira respeita a importância e simbolismo da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos. Bruno e Ketleyn serão legítimos representantes de toda a delegação e irão honrar os mais elevados Valores Olímpicos ao entrarem com a Bandeira do Brasil no Estádio Olímpico de Tóquio."

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte