Presidente Vargas receberá gramado e drenagem "padrão-Fifa" e voltará em 2021

Tradicional estádio do bairro Gentilândia abrigou hospital de campanha durante a pandemia de Covid-19

Legenda: Estádio Presidente Vargas terá um novo gramado após receber hospital
Foto: Foto: José Leomar

O gramado do estádio Presidente Vargas vai receber uma devida "repaginada" após ter servido à população cearense abrigando um hospital de campanha para atendimento aos pacientes do novo coronavírus.

Após anúncio da desativação da unidade hospitalar, a Prefeitura de Fortaleza confirmou à reportagem que a praça esportiva receberá um novo gramado e sistema de drenagem com padrão de Copa do Mundo para ser entregue definitivamente à prática esportiva e aos jogos de futebol profissional.

A previsão é que o projeto saia da Secretaria de Infraestrutura e seja encaminado à Central de Licitações da Prefeitura de Fortaleza (CLFOR) até o fim de setembro. O processo licitatório, caso não haja recurso, deve ser concluído em cerca de dois meses, quando as obras serão iniciadas. A execução dos serviços estão estimados, em avaliação conservadora, está previsto para durar entre cinco e seis meses.

A reforma do gramado do Presidente Vargas já era uma obra prevista para acontecer, mesmo antes da pandemia do novo coronavírus. O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, havia acordado com os presidentes do Ceará, Robinson de Castro, e do presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, a realização da intervenção.

O Hospital de Campanha, instalado no estádio Presidente Vargas e construído em tempo recorde, em menos de um mês, contou com 280 leitos e contabilizou um total de 1.239 pacientes atendidos, registrando 1.025 pacientes com alta.

A última partida realizada no PV aconteceu há mais de 6 meses, dia 15 de março, entre Ferroviário e Pacajus. O time coral venceu a equipe metropolitana. O próximo jogo, todavia, deve ocorrer mais de um ano depois deste evento, em 2021.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte