Miltão, pai de Ayrton Senna, morre aos 94 anos em São Paulo

O homem era um grande influenciador da carreira do filho, que morreu em 1994

Na foto, Miltão, pai do ex-piloto Ayrton Senna, abraça o filho.
Legenda: O anúncio foi feito pela conta oficial de Senna no Instagram.
Foto: Reprodução/Instagram

Milton Guirado Theodoro da Silva, pai do tricampeão mundial de Fórmula 1 Ayrton Senna, morreu nesta quarta-feira (27), em São Paulo, aos 94 anos. O anúncio foi feito na conta oficial de Senna no Instagram. O ex-piloto morreu aos 34 anos, quase três décadas atrás. 

“Nossos sentimentos para todos os familiares e amigos. Obrigado, ‘Miltão’”, disse a mensagem. 

Segundo o Uol, Miltão trabalhava numa empresa de metalúrgica fundada por ele mesmo. Era casado com Neyde Joanna Senna e também pai de Viviane e Leonardo. 

Incentivo 

De acordo com o ge, Miltão foi um grande incentivador do filho, com quem tinha uma forte relação de cumplicidade. Uma vez, lembra o jornal, nos bastidores da Interlagos, logo após vencer o Grande Prêmio (GP) do Brasil de 1991, Senna não se deixou render à exaustão do fim da corrida e pediu um beijo do pai. 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados