Messi fica mais um jogo de fora do PSG e passará por novos exames

Argentino é dúvida, inclusive, para confronto contra o Manchester City pela

Messi em treino do PSG ao lado de Neymar
Legenda: Messi fez treinamentos internos, mas ainda não tem condições de atuar
Foto: PSG

O Paris Saint-Germain anunciou nesta sexta-feira que o craque argentino Lionel Messi não será relacionado para o jogo contra o Montpellier, pela oitava rodada do Campeonato Francês, por ainda estar em tratamento de edema ósseo no joelho esquerdo. Fora da partida deste sábado, em Paris, o ex-jogador do Barcelona já não havia atuado na última quarta-feira, quando o PSG derrotou o Metz, também em compromisso válido pela competição nacional.

De acordo com o comunicado oficial divulgado pelo clube de Paris, Messi será reavaliado neste domingo, dois dias antes do duelo contra o Manchester City, que acontecerá no estádio Parque dos Príncipes, na capital francesa, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, por conta de um edema ósseo no joelho, sofrido na vitória sobre o Lyon, no último domingo.

De acordo com a nota emitida pelo departamento médico do Paris Saint-Germain, Messi já realiza alguns exercícios leves, no CT do clube, como parte do processo de reabilitação. Desde que chegou ao clube, o argentino participou de três jogos oficiais e ainda não balançou a rede.

Mais desfalques

Contra o Montpellier, o Paris Saint-Germain informou que também serão desfalques o zagueiro espanhol Sergio Ramos, que ainda nem estreou desde que foi contratado junto ao Real Madrid, e o meia italiano Marco Verratti, ambos em processo de reabilitação de problemas físicos. Já o brasileiro Neymar e o francês Kyllian Mbappé, outros astros do time, estão confirmados entre os titulares.

Com 21 pontos, o time comandado pelo técnico argentino Mauricio Pochettino está na liderança isolada do Campeonato Francês com 100% de aproveitamento. O Paris Saint-Germain tem sete pontos a mais que o Olympique de Marselha, vice-líder que ainda tem uma partida a menos.

Certamente, a torcida tricolor vai agitar demais, apesar do número liberado ainda ser pequeno, e ajudar o time cearense a chegar uma inédita final do torneio nacional mais lucrativo do País.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados