Flávia Saraiva encerra participação do Brasil na ginástica na 7ª posição da trave de equilíbrio

Logo na primeira acrobacia na trave, a brasileira se desequilibrou e apoiou as mãos no aparelho

Legenda: Flávia Saraiva finalizou as disputas da Ginástica Artística para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: Júlio César Guimarães/COB

A ginasta Flávia Saraiva encerrou a participação do Brasil na Ginástica Artística dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Nesta terça-feira (03) a brasileira disputou a final da trave de equilíbrio feminino e finalizou na 7ª posição.

Em sua apresentação, Flávia Saraiva cometeu apenas um erro, mas que foi determinante para a nota final de 13.133. Logo na primeira acrobacia na trave, a brasileira se desequilibrou e apoiou as mãos no aparelho - caracterizado como queda para os juízes.

Dobradinha chinês e pódio de Simone Biles

A final da trave de equiílbrio feminino teve domínio chinês. Guan Chenchen (14.633) e Xijing Tang (14.233) tiveram as melhores apresentações no aparelho e faturaram o ouro e a prata, respectivamente, para a China.

O encerramento da ginástica artística marcou também o retorno da americana Simone Biles. A atleta retornou às disputas em Tóquio e faturou o bronze para os Estados Unidos, além do 7° pódio olímpico na carreira.

Confira as notas das ginastas participantes da final da trave de equilíbrio

Elsabeth Black (Canadá): 13.866
Xijing Tang (China): 14.233
Simone Biles (Estados Unidos): 14.000
Sunisa Lee (Estados Unidos): 13.866
Urara Ashikawa (Japão): 13.733
Vladislava Urazova (Comitê Olímpico Russo): 12.733
Flávia Saraiva (Brasil): 13.133
Guan Chenchen (China): 14.633

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte