Dorival elogia Ceará após goleada e pondera decisão contra Independiente: "não será tranquila"

Time venceu o General Caballero por 6 a 0 em jogo da Sul-Americana

Imagem mostra homem gesticulando
Legenda: Dorival elogia Ceará e fala de preparação para sequência fora de casa.
Foto: Thiago Gadelha/SVM

O Ceará goleou o General Caballero em mais um jogo da Sul-Americana nesta terça-feira (17). O Alvinegro venceu a equipe paraguaia por 6 a 0. Em entrevista coletiva realizada na Arena Castelão, o técnico Dorival Júnior disse que o time se portou como o esperado. Além disso, comenta a atuação de Cléber, a saída de Dentinho e a preparação para o duelo decisivo contra o Independiente.

“O principal foi alcançado: o resultado. O número de gols foi importante e pode vir a ser desde que nós tenhamos ciência do que aconteça no jogo da Argentina. Temos três competições e estamos entrando com aqueles que estão em melhores condições, principalmente físicas. Para que não aconteça aquilo que vem ocorrendo com muitas equipes: sequência de jogos, dificuldade de recuperação, lesão… Isso acaba tirando possibilidades reais da nossa equipe. A equipe fez um jogo bom. Foi determinada, lutando do primeiro ao último minuto, querendo gol, respeitando o adversário, marcando com força e intensidade. Foi o que vimos no 2º tempo contra o Flamengo, o que vimos nos 90 aqui e o que espero que aconteça na sequência para que, no Brasileiro, a gente aumente as possibilidades e melhoremos nossa classificação”, avaliou.

Na goleada, Cléber marcou dois e ainda deu uma assistência. Ele foi eleito o melhor da partida. O técnico do Ceará elogia a atuação do jogador, que foi alvo de críticas da torcida na última semana.

“Ele está de parabéns pelo que vem alcançando. Ele vinha atuando com muita intensidade. Às vezes, as pessoas não percebem a evolução que vem acontecendo porque os gols às vezes não saem. E aí o jogador é penalizado por isso. Mas a postura que o Cleber vinha tendo não demoraria para que ele encontrasse esse caminho. Não tenho dúvidas de que ele não vai deixar que as coisas retornem naquele momento. Ele tem toda a nossa confiança desde o início. Falei que não abria mão de contar com ele. Acredito no potencial desse rapaz e na intensidade com que ele trabalha e se dedica, dificilmente deixaria de acontecer coisas positivas na sua carreira”, comentou.

O treinador esclarece que Dentinho foi substituído para poupar o jogador. 

A intenção foi essa para que não acontecesse nenhum problema. Durante o transcorrer do 1 tempo, ele já demonstrava em alguns momentos algum incômodo. Acho que foi prudente tirá-lo, para ele pudesse de repente não ter um agravamento daquilo que sentia.

SEQUÊNCIA FORA DE CASA

Pelo Brasileirão, o Vovô encara o Santos fora de casa, no sábado (21). Em seguida, faz jogo decisivo contra o Independiente, na Argentina, pela Sul-Americana. Depois, visita o São Paulo também pelo campeonato nacional. Dorival Júnior ressalta preparação da equipe para a sequência e lembra que a partida contra o time argentino não será fácil.

“Não podemos achar que as coisas estão resolvidas mesmo que, de repente, o resultado lá não fuja da normalidade. Espero que nós repitamos nossa atuação, estamos com uma boa campanha, talvez se estivéssemos em outro grupo já estaríamos classificados com esse número de pontos. É judiação uma das duas equipes ficarem fora do restante da competição porque, fatalmente, farão um número ainda maior do que muitas classificadas. Temos que trabalhar com intensidade, seriedade, porque a decisão lá fora não será simples, nem tranquila. É uma equipe jogando uma decisão na Argentina onde nós temos que esperar que tudo aconteça e teremos que estar preparados para fazermos um grande jogo.

VEJA ENTREVISTA COMPLETA:

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte