Ceará recebe o vice-líder Atlético/MG para subir na tabela da Série A

Agora sem competições paralelas e com foco exclusivo na Série A do Campeonato Brasileiro, Vovô precisa vencer o líder Galo no Castelão para se afastar do Z4. A TV Verdes Mares transmite a partida ao vivo às 16 horas

Legenda: O meia Lima fez boa partida contra o Palmeiras na última quarta-feira e deve ser mantido como titular
Foto: CAMILA LIMA

O Ceará é o time que mais jogou no País na temporada 2020 com 52 partidas disputadas. Uma maratona insana que envolvia Estadual, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série A do Brasileiro, dificultando o melhor rendimento em muitos jogos.

O clube, que foi campeão da Copa do Nordeste, vice-campeão cearense, a partir de agora, após ser eliminado na última quarta-feira pelo Palmeiras nas quartas de final da Copa do Brasil terá só uma competição a disputar: a Série A do Brasileiro.

Ou seja, a partir de hoje contra o líder Atlético Mineiro às 16 horas no Castelão pela 22ª rodada, jogo com transmissão da TV Verdes Mares, o Vovô terá o foco exclusivo em sua principal competição do ano, e por consequência, um calendário menos desgastante daqui pra frente, com 18 rodadas ainda a disputar até fevereiro de 2021. E pela maratona de jogos na qual foi submetido, praticamente sem semanas cheias para treinos, o Vovô não conseguiu manter uma campanha segura na Série A, hoje em 15º com 24 pontos, com um acima do Z4. Com uma tabela tão apertada e times próximos, uma vitória pode levar o Vovô para a 10ª colocação ao fim da rodada.

Pela perigosa proximidade, o Vovô precisa encontrar seu melhor futebol, visto na conquista da Copa do Nordeste, em jogos pesados na Série A como diante de Flamengo, Corinthians, Fortaleza e Bahia, como também na Copa do Brasil diante do Santos, quando eliminou o time paulista.

A partida de hoje também é difícil: nada menos contra o líder da Série A, aumentando sobremaneira o desafio do Vovô: o Galo lidera a competição com 38 pontos em 21 jogos, tem momentos de brilhantismo que o fazem um time temido, mas também possui pontos fracos a serem explorados pela equipe cearense.

E o Ceará tem as credenciais para isso. Primeiro, o Atlético é vulnerável fora de casa, com 6 derrotas em 12 jogos. Outra vulnerabilidade é enfrentar adversários mais fechados. Se o Ceará se portar como em seus melhores momentos em 2020, esperando o adversário e saindo em transição rápida, pode surpreender o Atlético.

Para complicar ainda mais a tarefa do Galo, o clube foi assolado por um surto de Covid-19. Já na quarta-feira, a equipe jogou desfalcada em casa contra o Athletico/PR e foi derrotada por 2 a 0.

E contra o Vovô são 10 jogadores infectados: Victor, Everson, Guga, Réver, Gabriel, Allan, Jair, Alan Franco, Sávio e Vargas.

Completo

Se o Vovô não tiver nenhum caso de Covid de última hora, a equipe deve jogar com sua força máxima diante do Galo.

Por isso, o meia Lima, que fez boa partida ao lado de Vina contra o Palmeiras na última quarta-feira, não teme o adversário.

"A gente sabe que é um grande adversário, mas jogamos em casa, sabemos da nossa força. Quem vier, seja candidato ao título, não temos medo de ninguém. Estamos preparados para isso. Vamos dar o nosso máximo para sair com a vitória. Queremos subir na tabela", disse ele.

O meia Lima fez boa partida contra o Palmeiras na última quarta-feira e deve ser mantido como titular FOTO: CAMILA LIMA

Ficha Técnica

Série A do Brasileiro - 22ª rodada
Castelão, em Fortaleza
22 de novembro - 16 horas

Ceará
Fernando Prass, Samuel Xavier, Tiago Pagnussat, Luis Otávio,
Bruno Pacheco, Fabinho, Charles, Vina, Fernando Sobral, Léo Chú
e Felipe Vizeu. Técnico: Guto Ferreira

Atlético/MG
Rafael, Talison, Igor Rabello, Junior Alonso, Guilherme Arana, Nathan, Zaracho, Hyoran, Savarino, Keno e Sasha. Técnico: Leandro Zago

Árbitro: Raphael Claus-SP; Transmissão: TV Verdes Mares, Rádio Verdes Mares, Premiere e em tempo real no Diário do Nordeste 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte