Planalto e Congresso buscam aparar arestas sobre reforma da Previdência

Relator prevê apresentar seu parecer até 15 de junho, enquanto Bolsonaro lança campanha publicitária em defesa da reforma