Câmara termina de votar reforma administrativa, e MP segue para o Senado

O texto agora vai ao Senado, onde tem que ser aprovado até o dia 3 de junho. Caso contrário, o governo passa a ter a mesma estrutura que tinha na gestão Temer