Trabalhadores cearenses são encontrados vivendo em condições precárias no Rio de Janeiro

Os cearenses, com origem nos municípios de Ararendá, Martinópole e Bela Cruz, trabalhavam em esquema de revezamento em cinco estabelecimentos do Rio