Advogado não paga OAB e ganha na Justiça direito de exercer a profissão

Bruno Preti de Souza moveu uma ação contra a OAB em que diz que entrou em depressão em 2016 e, desempregado, deixou de pagar duas anuidades da entidade (referentes a 2015 e 2016)