Uruguai começa vacinação contra Covid-19 de adolescentes de 12 a 17 anos

Com a medida, as autoridades esperam garantir o retorno das aulas presenciais no Ensino Médio

fila para vacinação em rivera, uruguai
Legenda: O Uruguai se torna o primeiro país latino-americano a imunizar menores de idade contra a coronavírus. Na foto, a vacinação de adultos em Rivera
Foto: Marcelo Pinto/APlateia/Fotos Públicas

O Uruguai começou nesta quarta-feira (9) a vacinar adolescentes entre 12 e 17 anos contra a Covid-19, usando doses da Pfizer. É o primeiro país latino-americano a imunizar menores de idade contra o coronavírus. A expectativa das autoridades é que a iniciativa permita o retorno das aulas presenciais do Ensino Médio. 

Até o momento, cerca de 157 mil adolescentes já agendaram a vacinação, de uma população total de 280 mil pessoas nesta faixa etária, disse o vice-secretário de Saúde, José Louis Stadjian, durante coletiva de imprensa.

"(O número) Nos dá um indício da grande adesão de toda a população para se vacinar", avaliou.

Aulas retomadas em julho

O retorno às salas de aula do Ensino Médio no País deve acontecer até o fim de julho, estimam as autoridades, época em que o grupo atingirá a imunidade total. As escolas primárias serão reabertas ainda em junho. 

A decisão foi anunciada no último dia1º pelo presidente Luis Lacalle Pou. “Hoje a Comissão de Vacinas autorizou a vacinação dos 12 aos 18 anos, com a qual já no final desta semana estaremos ligando para que sejam agendadas nessa faixa etária", disse o presidente a uma emissora de TV local.

Covid-19 no Uruguai

Com 3,5 milhões de habitantes, o Uruguai é a nação com o maior número de mortes por Covid-19 no mundo nos últimos 14 dias, em relação à sua população. O balanço é da agência AFP, feito com dados oficiais. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo