Acidente com táxi da Tesla que matou uma pessoa e feriu 20 faz empresa suspender frota

O homem será investigado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar

modelo 3 da tesla
Legenda: Não houve falha técnica no veículo, segundo as investigações iniciais
Foto: Divulgação

A empresa G7, a principal do ramo de táxis de Paris, suspendeu sua frota de 37 carros Modelo 3 da Tesla, após um acidente onde um dos motoristas atropelou e matou uma pessoa e feriu outras 20. O caso foi no último sábado (11). 

O vice-presidente-executivo da G7, Yann Ricordel, afirmou que uma investigação inicial descartou falha técnica no carro. As informações são da CNN, com base na agência Reuters

A versão foi corroborada pelo ministro de Transportes da França: "Não há elementos que levem alguém a acreditar que esteja relacionado a um problema técnico", informou o ministro dos Transportes, Jean-Baptiste Djebbari, em entrevista à Rádio RMC.

Investigação 

A apuração deu conta de que o taxista levava sua família a uma restaurante fora da hora de trabalho quando tentou frear o carro, mas o veículo acabou acelerando.

No entanto, uma fonte policial afirmou que carro estava parado no sinal vermelho e depois acerolou "repentinamente", atingindo e arrastando um ciclista pela pista. 

O motorista do táxi testou negativo para o bafômetro. Não há informações se o carro estava ou não operando no piloto automático.

O homem será investigado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados