Fortaleza tem quase R$ 12 milhões com premiações em 2021 e pode ampliar contra São Paulo

O time cearense está nas quartas de final da Copa do Brasil

Elenco do Fortaleza comemora gol
Legenda: O Fortaleza enfrenta o São Paulo nas quartas de final da Copa do Brasil de 2021
Foto: Fabiane de Paula / SVM

O desempenho do Fortaleza na temporada de 2021 supera as arrecadações iniciais previstas no orçamento anual. Devido aos resultados recentes, o time arrecadou quase R$ 12 milhões em premiações, com Copa do Brasil e Copa do Nordeste.

A maior parte é oriunda do torneio nacional. Apenas com a participação, garantiu R$ 990 mil. Ao eliminar Caxias-RS e Ypiranga-RS, ampliou as bonificações para R$ 3,76 mi. Classificado às quartas após vencer Ceará e CRB, soma R$ 9,91 milhões até o momento - com chance de mais.

O restante é da Copa do Nordeste, com R$ 2,086 mi. O valor foi iniciado com R$ 1,448 mi e subiu ao avançar da liderança do Grupo B ao mata-mata. Na semifinal, parou no Bahia em disputa de pênaltis. A performance esteve dentro do padrão estimado para a respectiva competição regional.

Premiações do Fortaleza em 2021

Total geral: R$ 11,9 milhões

Copa do Brasil

  • 1ª fase (participação): R$ 990 mil 
  • 2ª fase: R$ 1,07 milhão
  • 3ª fase: R$ 1,7 milhão
  • Oitavas de final: R$ 2,7 milhões
  • Quartas de final: R$ 3,45 milhões 
  • Total: R$ 9,91 milhões 

Copa do Nordeste

  • 1ª fase: R$ 1,448 milhão
  • Quartas: R$ 288 mil
  • Semifinal: R$ 350 mil
  • Total: R$ 2,086 milhões

Premiação em disputa

Assim, o novo objetivo é seguir na Copa do Brasil. Se eliminar o São Paulo, a equipe de Vojvoda chegará pela primeira vez na história do clube às semifinais e ainda embolsará mais R$ 7,3 milhões. O duelo de ida ocorre nesta quarta-feira (25), às 21h30, no Morumbi, em São Paulo. A volta será em 15 de setembro, às 21h30, na Arena Castelão.

VALOR EM DISPUTA NA COPA DO BRASIL

  • Semifinais: R$ 7,3 milhões
  • Vice-campeão: R$ 23 milhões
  • Campeão: R$ 56 milhões

 

Vale ressaltar que a Série A do Brasileiro também oferece bonificação. No documento disponibilizado pelo portal oficial Leão Transparente, o clube estima R$ 6 milhões pelo desempenho, o que envolve a colocação final na competição. O índice é de um time que conseguiu se manter na 1ª divisão.

Com parâmetros dos valores de 2020, o pagamento da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) seria de R$ 17,1 milhões pela 3ª posição do Fortaleza no Brasileirão. Os índices são reajustados a cada temporada (abaixo são números de 2020). 

DIVISÃO POR POSIÇÃO DOS TIMES QUE FECHARAM COM A GLOBO SÓ NA TV ABERTA (2020) - CEARÁ E FORTALEZA PARTICIPAM DESSA DISTRIBUIÇÃO.

  • Campeão: R$ 19 milhões
  • Vice: R$ 18 milhões
  • 3º: R$ 17,1 milhões
  • 4º: R$ 16,1 milhões
  • 5º: R$ 15,2 milhões
  • 6º: R$ 14,2 milhões
  • 7º: R$ 13,3 milhões
  • 8º: R$ 12,3 milhões
  • 9º: R$ 11,4 milhões
  • 10º: R$ 10,4 milhões
  • 11º: R$ 8,1 milhões
  • 12º: R$ 7,6 milhões
  • 13º: R$ 7 milhões
  • 14º: R$ 6,8 milhões
  • 15º: R$ 6,6 milhões
  • 16º: R$ 6,4 milhões

 

De todo modo, a temporada 2021 é um recorde para as finanças do Fortaleza. No planejamento, as receitas por performance são fundamentais aos cofres tricolores, principalmente pelo período de recessão financeira devido à pandemia de Covid-19.

Tudo vale para permitir a sequência do crescimento tricolor. No processo, no entanto, é preciso ponderar que todo o dinheiro não é retido pelo clube. Há taxas, impostos, além de um percentual destinado para pagamento de prêmios ao elenco.