Depois da França, Alemanha decide exigir teste de Covid-19 de viajantes a países como o Brasil

Medida vai entrar em vigor na próxima semana e tem como objetivo evitar novos focos da doença

Legenda: Em Duesseldorf (oeste da Alemanha), aeroporto já possui área para testagem de passageiros
Foto: AFP

A Alemanha vai impor testes obrigatórios de detecção do novo coronavírus aos viajantes que chegarem das regiões de risco. Essa medida ocorre após o aumento nos casos da Covid-19 no país, anunciou nesta segunda-feira (27) o ministro da Saúde, Jens Spanh. A França tinha tomado decisão semelhante, na semana passada.

Até agora, os viajantes que retornam de um dos 130 países considerados de risco, entre eles os Estados Unidos, Brasil, Israel e Luxemburgo, devem ficar sendo observados em uma quarentena de 14 dias, a menos que sejam submetidos a testes que tenham resultado negativo para Covid-19.

Por enquanto, irá "estabelecer um exame obrigatório para os viajantes que chegarem das regiões de risco" e essa medida entrará em vigor na próxima semana.

"Devemos evitar que os viajantes retornem e contaminem outras pessoas sem sabermos, e assim desencadeie novos focos de infecção", escreveu o ministro no Twitter.

O aumento recente do número diário de casos do novo coronavírus registrado no país é de aproximadamente 800 casos, abrindo um debate na Alemanha sobre a necessidade de impor exames obrigatórios aos viajantes, como ocorre em alguns países, em especial a França.

"Há razões para nos preocupar", havia dito o chefe da chancelaria, Helge Braun, em referência ao aumento de casos.

Na última sexta-feira, as autoridades decidiram oferecer testes gratuitos para o retorno, de forma voluntária. Para eles foram instalados centros de testagem nos aeroportos.

Você tem interesse em receber mais conteúdo internacional?

Assuntos Relacionados