Carnaval alemão critica política ambiental do Governo Bolsonaro

Em Düesseldorf, presidente foi retratado em alegoria em alusão aos incêndios e desmatamento na Amazônia

Legenda: Em cidade alemão, a imagem do presidente foi usada em uma parada de Carnaval para criticar o desmatamento na Amazônia
Foto: Foto: AFP

A política ambiental do Governo Bolsonaro foi um dos temas explorados no Carnaval alemão. Em Düesseldorf,  o presidente foi retratado em alegoria em alusão aos incêndios e desmatamento na Amazônia.

>Bolsonaro passa Carnaval em base militar em SP

A parada de Carnaval aconteceu nesta segunda-feira (24) na cidade alemão. Um boneco representando Bolsonaro com uma motossera é uma referência ao aumento da área desmatada na floresta.

Na Europa, a preocupação com o meio ambiente fez o Brasil ser apontado, desde o ano passado, como um caso preocupante de devastação dos recursos naturais. O presidente tem, constantemente, criticado ambientalistas, principalmente estrangeiros, argumentando uma tentativa de violar a soberania do Brasil.

O Carnaval alemão é famoso por levar críticas políticas às ruas. Neste ano, outros políticos foram lembrados nas alegorias, como os representantes dos partidos de direita. Também foi retratado, em um carro alegórico, o conflito entre EUA e Irã, com imagens de Donald Trump e o presidente iraniano Hassan Rouhani  com os dizeres "Faça Amor, Não Guerra".

Legenda: Conflito entre EUA e Irã foi retratado em um carro alegórico que mostra Donald Trump e o presidente iraniano Hassan Rouhani
Foto: Foto: AFP

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo