Incentivo ao futebol e demais esportes, bolsa atleta está com inscrições abertas até 15/02

Valor do benefício é entre R$ 370 e R$ 3.100 por mês

O bolsa atleta é entregue para atletas de modalidades como futebol e ginástica olímpica, a exemplo do medalhistas Arthur Zanetti
Legenda: O bolsa atleta é entregue para atletas de modalidades como futebol e ginástica olímpica, a exemplo do medalhistas Arthur Zanetti
Foto: AFP

O programa Bolsa Atleta de 2021 está com inscrições abertas. O edital foi publicado no Diário Oficial da União na última quinta-feira (21) e o prazo de adesão segue até 15 de fevereiro. A oferta serve como proposta para diversos esportes como futebol e judô.

A novidade é o uso da plataforma online. O novo processo põe fim ao envio de documentação pelos Correios e pretende tornar o mecanismo mais rápido.

Bolsa Atleta - Edital 2021

  • Programa de auxílio financeiro
  • Expectativa de superar o número de atletas contemplados pelo último edital
  • Vai reunir os resultados esportivos de 2019 e 2020, protegendo os que não puderam treinar
  • Categorias: base, estudantil, nacional, internacional e olímpica/paraolímpica
  • Bolsa entre R$ 370 e R$ 3.100 por mês
  • Cadastro online 

Os atletas podem enviar virtualmente documentos como declarações de clube e de patrocinadores direto pelo sistema. É nesse mecanismo que o candidato à Bolsa Atleta deverá preencher o plano esportivo, acompanhar o andamento da análise e verificar periodicamente a existência de pendências. Quando for publicada a lista de contemplados no Diário Oficial da União, o atleta poderá, por meio do sistema, enviar os dados bancários e assinar o termo de adesão.

O que é o bolsa atleta?

Na Seleção Brasileira feminina de futebol, 17 das 23 convocadas para os últimos Jogos Olímpicos receberam o Bolso Atleta
Legenda: Na Seleção Brasileira feminina de futebol, 17 das 23 convocadas para os últimos Jogos Olímpicos receberam o Bolso Atleta
Foto: AFP

O Bolsa Atleta é um dos maiores programas de patrocínio direto ao atleta do mundo e apresenta resultados fundamentais para o esporte brasileiro. Desde a criação, em 2005, já foram concedidas mais de 69,5 mil bolsas para 27 mil atletas de todo o país. A previsão orçamentária para o Bolsa Atleta em 2021 é de R$ 145 milhões.

O Programa Bolsa Atleta concede o benefício em cinco diferentes categorias (além da Pódio): Base, Estudantil, Nacional, Internacional e Olímpica/Paraolímpica, com valores mensais que variam de R$ 370 a R$ 3.100. Cada uma delas tem pré-requisitos, como ter no mínimo 14 anos de idade, estar vinculado a um clube e ser filiado a uma federação e a uma confederação, além de ter participado de uma competição elegível e obtido até a 3ª colocação (modalidades individuais) ou sido eleito entre os melhores atletas (modalidades coletivas). Todos os pré-requisitos estão listados aqui.

Como fazer as inscrições bolsa atleta 2021?

Medalhista de prata nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, Felipe Wu, do Tiro Esportivo, recebeu o Bolsa Atleta
Legenda: Medalhista de prata nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, Felipe Wu, do Tiro Esportivo, recebeu o Bolsa Atleta
Foto: AFP

O novo sistema do Bolsa Atleta está ativo. Para ter acesso, todos os candidatos elegíveis devem se cadastrar no portal único do Governo Federal. Com a senha criada, o atleta terá acesso ao sistema do programa, por meio da área de Inscrições da página do Bolsa Atleta no portal do Ministério da Cidadania. Assim, será direcionado ao portal de acesso dos sistemas, quando deverá clicar em "Entrar com gov.br" e inserir o CPF e a senha cadastrados. Já na área restrita, poderá efetuar a inscrição e enviar a documentação necessária.

O candidato deve monitorar as notificações do sistema e consultar periodicamente a área restrita. É necessário também atenção com o prazo. Até a data final de inscrições, no dia 15 de fevereiro, o atleta deve submeter o formulário mesmo que não tenha todos os documentos em mãos.

O edital contempla, pela primeira vez, resultados esportivos de dois anos (2019 e/ou 2020), uma estratégia para que os atletas não sejam prejudicados pelos efeitos da pandemia de Covid-19.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte