Handebol feminino do Brasil perde a segunda e se complica nos Jogos de Tóquio

Erros infantis na fase ofensiva marcaram a derrota brasileira

Duda, atleta brasileira, teve dificuldade para marcar gols
Legenda: Duda, atleta brasileira, teve dificuldade para marcar gols contra a Suécia
Foto: AFP

A seleção brasileira de handebol feminino perdeu, neste sábado, para a Suécia por 34 a 31. Com este resultado, a equipe vai precisar ao menos empatar com a França na última rodada, segunda-feira, para obter classificação para as quartas de final dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O Brasil começou muito bem a partida, com uma marcação forte e um ataque versátil. Com isso, o time brasileiro chegou a abrir uma vantagem de 12 a 8 no placar, com destaque para Alessandra, que converteu cinco tiros de sete metros.

Falhas decisivas

Mas, por causa de falhas no ataque e na recomposição da defesa, a Suécia aproveitou para encostar e passar à frente no placar pela primeira vez em 14 a 13. A partir daí, o Brasil sofreu um 'apagão' e ficou 11 minutos sem marcar um gol. As suecas aproveitaram e terminaram a primeira etapa com 15 a 13.

A etapa final começou com o Brasil nervoso e cometendo vários erros, o que fez com que a Suécia tivesse 22 a 18. Mas com boa atuação da goleira Renata, que chegou a fazer um gol, de Duda (na defesa) e Bruninha (no ataque), o Brasil voltou a reequilibrar a partida e empatou em 25 gols.

Novos erros infantis em sequência no ataque no final da partida permitiram que a Suécia, mais equilibrada emocionalmente, conseguisse obter a importante vitória.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte