Gravações revelam xingamentos de Rogério Cabloco ao presidente da FIFA, Gianni Infantino

Áudios obtidos mostram, ainda, desrespeito a membros da Confederação Brasileira de Futebol

Legenda: Rogério Cabloco, presidente afastado da CBF, teve conversas vazadas que mostram desrespeito aos membros da entidade nacional e da FIFA
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Afastado da presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em virtude das denúncias de assédios sexual e moral a uma funcionária da entidade, Rogério Cabloco segue envolvido em polêmicas nos bastidores da federação. Em áudios obtidos pelo site ESPN.com.br e divulgados pelo jornalista Pedro Ivo Almeida, Cabloco ofendeu dirigentes que trabalham na CBF e Gianni Infantino, presidente da FIFA.

Ofensas

Os áudios, gravados em 2018, mostram Rogério Cabloco desrespeitando Sérgio Corrêa, ex-responsável pelo VAR, Manoel Serapião, instrutor de arbitragem, e Coronel Marinho, ex-diretor de arbitragem da CBF. O mandatário da entidade teria dito: “Treina esses filhos da p...”, antes da coletiva de apresentação do VAR para a Copa do Brasil daquele ano.

As ofensas, no entanto, não ficaram apenas entre os membros da entidade nacional. Após os assessores de comunicação da CBF elogiarem o procedimento desenvolvido pela assessoria da FIFA, na hora de tratar sobre assuntos relacionados ao VAR, Cabloco disparou: “Isso é um filho da p..., mas ele é bom por isso”, referindo-se a Gianni Infantino, presidente da FIFA.

Relacionamento com Marco Polo, o "Presi"

O bom relacionamento com o ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, era deixado claro por Cabloco em conversas dentro da entidade. Em nova conversa gravada na sala do presidente, Rogério se referiu a Del Nero como "Presi". “Digamos que esse termo já tem dono. Você sabe que eu não gosto que me chamem de presidente? ‘Presi’ é o MP (Marco Polo)”, afirmou.

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados