Fortaleza treina após viagem e prepara time alternativo para enfrentar Imperatriz

Delegação do Fortaleza realiza atividade hoje de olho no Imperatriz, em jogo nesta segunda (17). No cronograma, equipe tricolor embarca amanhã (16) e chega ao palco do duelo no dia. Expectativa é que reservas entrem em campo

Legenda: Time tem pouco tempo de preparação até o jogo contra o Imperatriz, no Maranhão
Foto: Foto: Camila Lima / SVM

A viagem foi longa, o desgaste também. A delegação do Fortaleza Esporte Clube desembarcou neste sábado (15), às 3 horas da manhã, no Aeroporto da Capital após o compromisso histórico contra o Independiente/ARG, pela Sul-Americana. Mas nada de euforia. O plantel já tem um duelo nesta segunda (17), em Imperatriz, no Maranhão. O dilema: encontrar força e motivação para novo desafio.

Isso porque o elenco deixou Avellaneda esgotado. Próximo do fim da partida, Osvaldo e Romarinho não tinham condições de seguir em campo. Ao lado de Mariano Vázquez, os três foram os únicos a atuar em todos os jogos da temporada, incluindo Copa do Nordeste e Campeonato Cearense.

Mesmo com voo fretado, o tempo para treinamento se esvaiu. No esboço, a expectativa é de atividade ainda hoje, dia da chegada da Argentina. A tendência é que o local seja mesmo o Centro de Excelência, no Pici.

Na manhã deste domingo, um dia depois, embarca para São Luís, no Maranhão. A chegada ao palco do jogo, no entanto, a cidade de Imperatriz, é na própria segunda-feira. Assim, só os que permaneceram na reserva ganharão oportunidade, em novo capítulo do rodízio de Rogério Ceni.

"O foco dos torcedores estará lá no dia 27 (contra o Independiente), mas precisamos ter ciência de que existem jogos de duas competições. Vamos ficar atentos porque o confronto contra o Imperatriz é no mando deles. É difícil, e temos que ter concentração. Se tivermos um jogo difícil, ele vai ficar na nossa mente porque trabalhos mentalizando isso. Tivemos a primeira derrota de 2020 agora, é o momento de levantar a autoestima", explicou o zagueiro Paulão.

A estratégia ganha força pelo retrospecto de Ceni. Em 2019, no mesmo Maranhão, o treinador optou por dar rodagem aos atletas menos utilizados diante do Moto Club, instituição sediada em São Luís. O resultado foi empate por 1 a 1, pela Copa do Nordeste.

É momento inclusive para testar os jovens da base leonina inscritos na Sul-Americana. Às 20 horas, no Estádio Frei Epifânio, o Leão deve entrar em campo com o volante Geilson, por exemplo. O goleiro Marcelo Boeck, o lateral Carlinhos e o volante Derley também ganham espaço para dar experiência ao time.

Rodízio completo

As definições na escalação farão todo o elenco tricolor atuar em menos de um mês de competições. O primeiro jogo foi no dia 25 de janeiro, diante do Vitória, na Copa do Nordeste; depois Caucaia, pelo Campeonato Cearense. Apenas nesse período, 22 ganharam oportunidade.

E após seis jogos em 2020, o índice subiu para 24 - inclusão do recém-chegado David, ex-Cruzeiro. Ainda restam estrear todos da base leonina que integram o profissional: o goleiro Kennedy, o volante Geilson, os meias Miguel e Wendew, além do centroavante Gustavo Coutinho.

Ao todo, 80% das peças jogaram. A exceção é o zagueiro Roger Carvalho, que se recupera de cirurgia no ligamento cruzado do joelho e retorna aos gramados em até quatro meses.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte