Fortaleza perde por 3 a 0 para o Atlético-GO na volta da torcida ao Castelão

No primeiro jogo com o retorno do torcedor ao estádio após 18 meses, Leão erra demais defensivamente e acaba derrotado

Gol do Fortaleza, marcado por Bruno Melo, foi anulado
Legenda: Bruno Melo chegou a marcar para o Fortaleza, mas teve gol anulado
Foto: Kid Júnior

No reencontro entre torcida e time após um ano e meio, o Fortaleza ficou devendo uma grande exibição e foi derrotado por 3 a 0 pelo Atlético/GO no Castelão, pela 23ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Com um time desconcentrado e errando demais defensivamente, o Tricolor falhou em momentos cruciais do jogo, principalmente no 2º tempo, e deu um gosto amargo ao torcedor, que vaiou os atletas após o apito final.

O Tricolor de Aço teve dois gols anulados por impedimento, mais volume de jogo, mas as falhas defensivas comprometeram diante de um adversário seguro e competente em sua proposta.O time visitante venceu com um gol contra de Felipe, no 1º tempo, e dois na etapa final, com Baralhas e Montenegro.

Jogadores do Fortaleza discutem após gol marcado
Legenda: Fortaleza teve dois gols anulados pela arbitragem, um deles com Bruno Melo
Foto: Kid Júnior

Com o resultado, o Fortaleza se mantém em 3º na Série A com 36 pontos, mas pode perder posições ao fim da rodada. Já o Atlético/GO, subiu pra 10º com 30.

O Leão busca sua reabilitação na quarta-feira (6), contra o Fluminense no Maracanã, às 21h30.

LEIA TAMBÉM

Reencontro amargo

A tarde deste sábado era especial para o Fortaleza e sua torcida. Afinal, depois de um ano e meio, o reencontro foi possível no Castelão, com o retorno do público ao estádio.

Mas bastou a bola rolar para que a alegria e a emoção de estar junto com o time de novo virasse frustração. 

Em nenhum momento a torcida presente ao Castelão - 2.785 no total - viu aquele Fortaleza insinuante e dominante, e sim um adversário perigoso, seguro e melhor posicionado em campo.

Fortaleza e Atlético-GO em campo na Arena Castelão
Legenda: Fortaleza e Atlético-GO fazem jogo equilibrado na Arena Castelão
Foto: Kid Júnior

O Atlético-GO começou melhor no jogo, encaixando melhor as jogadas e criou a 1º chance, aos 16 minutos, em finalização de João Paulo que Felipe Alves defendeu. 

Mas em seguida, aos 18, o Dragão abriu o placar no primeiro lance de desconcentração do Fortaleza: Após cobrança de falta de Dudu, a zaga se atrapalhou e Felipe marcou contra. 

Após o vacilo, o Fortaleza, empurrado pela torcida, cresceu no jogo e criou, duas vezes com Wellington Paulista, que cabeceou rente à trave aos 22, e chegou a marcar aos 24, mas o gol foi anulado por impedimento corretamente assinalado. 

O Fortaleza sentiu o gol invalidado e terminou o 1º tempo dominado, por pouco não sofrendo o segundo gol, em chute de João Paulo na trave.

Torcida do Fortaleza na Arena Castelão
Legenda: Torcedores do Fortaleza estão bem espaçados na Arena Castelão
Foto: Kid Júnior

Mais erros

Na etapa final, o Atlético truncou mais ainda o jogo, 'fez cera' em alguns momentos, irritando a torcida leonina e os jogadores, que entram na pilha.

Aos poucos, o Fortaleza conseguiu pressionar e empatou aos 13 minutos, de cabeça com Bruno Melo, mas o gol foi anulado após uso do VAR, com arbitragem alegando interferência de Wellington Paulista no lance, que estava impedido. A decisão foi polêmica e contestada dentro e fora de campo.

O lance pilhou ainda mais a equipe leonina, a deixando mais nervosa e sem conseguir criar as jogadas.

Foi quando outra falha bisonha aconteceu e o gol do Atlético saiu. Aos 30 minutos, o Dragão desperdiçou um ataque, mas Matheus Vargas cabeceou errado para trás, com Baralhas aproveitando para vencer Felipe Alves.

Já nos acréscimos, aos 49, Brian Montenegro fechou o placar, e a torcida leonina, que veio disposta a apoiar e mostrar todo seu amor ao time, vaiou o Fortaleza após o apito final.

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte