Entenda a diferença de notas do skate street feminino e masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Os juízes responsáveis pela avaliação das manobras do street avaliam os competidores, independentemente do gênero, com a mesma rigidez

Legenda: Rayssa Leal conquistou medalha de prata no skate street feminino
Foto: Gaspar Nóbrega/COB

Em sua primeira aparição em Jogos Olímpicos, o skate rendeu duas medalhas de prata ao Brasil. Kelvin Hoefler, do street masculino, e Rayssa Leal, do street feminino, representaram o país na fase final da modalidade e garantiram lugar no pódio.

No entanto, o telespectador que acompanhou as honrarias dos atletas pôde observar a diferença de notas, aplicadas pelos juízes, para a modalidade masculina e feminina.

Entre os homens, o japonês Yuto Horigome, medalha de ouro no street, obteve, no somatório, 37,18 pontos. Kelvin Hoefler, medalha de prata, 36,15, e Jagger Eaton, medalha de bronze, 35,35. A campeã olímpica Momiji Nishiya, do Japão, pontuou 15,26. Rayssa Leal, do Brasil, 14,64, e Funa Nakayama, 14,49, completaram o pódio.

Legenda: Kelvin Hoefler conquistou a primeira medalha do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: Jonne Roriz/COB

Avaliação rígida

Os juízes responsáveis pela avaliação das manobras do street avaliam os competidores, independentemente do gênero, com a mesma rigidez.

A brasileira Letícia Bufoni, principal representante brasileira na modalidade, comentou sobre a diferença nas pontuações.

“É inevitável, não tem como não falar que a diferença é grande, as manobras deles são muito maiores que as nossas. Não tem que ficar reclamando dos juízes, eles são profissionais, então as notas foram boas.”

Na visão de Pâmela Rosa, representante brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o grau de dificuldade das manobras executadas pelos homens é o fator determinante para a diferença das notas.

"Se você reparar no grau de manobras dos meninos e no da nossas, a diferença é muito grande. Diferença é no grau de dificuldade."

Legenda: Letícia Bufoni garantiu que os árbitros são profissionais e que não cabe reclamações acerca das notas entre homens e mulheres
Foto: Gaspar Nóbrega/COB

Como funciona o skate street

Estreante em Jogos Olímpicos, o skate street é disputado por 20 atletas. Os competidores farão sete apresentações: duas na volta longa, com tempo de 40 segundos, e cinco em manobras únicas.

Ao fim da competição, os skatistas terão sete notas, mas apenas as quatro maiores serão contabilizadas e somadas. Os três primeiros garantem o pódio olímpico.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte