Sérgio Reis é internado em hospital de São Paulo após polêmica por áudio vazado

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (25) por Geraldo Luís, 50, amigo do artista, que não comentou o motivo que levou o músico a ser hospitalizado

Sérgio Reis é internado e recebe visita de Geraldo Luís
Legenda: O apresentador do Balanço Geral, da Record TV, visitou Sérgio Reis e publicou imagens nas redes sociais
Foto: Reprodução/Instagram

O cantor e compositor Sérgio Reis, de 81 anos, foi internado na terça-feira (24) no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (25) por Geraldo Luís, 50, amigo do artista.

O apresentador visitou Reis e publicou imagens nas redes sociais. "Vim visitar no hospital meu amigo querido Sérgio Reis", escreveu. "Ele está melhor e ao lado de sua amada Ângela. Precisou ser internado ontem, em breve em casa se Deus quiser."

Geraldo Luís não comentou o motivo que levou o músico a ser hospitalizado. Nos últimos dias, ele vinha reclamando de picos de glicemia, já que é portador de diabetes. Ele aparecia acamado durante parte da entrevista que deu ao último Domingo Espetacular (Record TV).

Polêmica

O cantor desistiu de lançar um álbum que contaria com a parceria de diversos artistas. Porém, nos últimos dias, vários deles desistiram do projeto após Sérgio Reis se envolver em uma polêmica.

Foi após o vazamento de um áudio no qual o cantor afirma que caminhoneiros parariam o país em setembro até que o Senado afastasse os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de seus cargos. Na sexta-feira (20), a Polícia Federal chegou a fazer uma ação de busca e apreensão na casa dele.

Reis dizia em conversa com um amigo que "se em 30 dias não tirarem os caras nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É assim que vai ser. E a coisa está séria".

Ele também relatou uma reunião que teve com o próprio presidente Jair Bolsonaro e com militares "do Exército, da Marinha e da Aeronáutica", em que informou o que faria.

Retratação

"Eu errei, quero pedir desculpas, até ao Supremo", disse o cantor na entrevista a Roberto Cabrini no Domingo Espetacular. "Eu sou uma pessoa que só pensa bem dos outros. E agora estão querendo acabar comigo como se eu fosse bandido. Eu não sou bandido."

Mesmo assim, nomes como Zé Ramalho, Maria Rita, Guilherme Arantes, Gutemberg Guarabyra (da dupla Sá e Guarabyra) e Anastácia anunciaram que não queriam mais fazer parte do projeto com Reis.

Paula Fernandes, 36, afirmou na segunda-feira (23) que continuaria emprestando sua voz para o próximo álbum do colega. A cantora mineira disse que Reis participou de um álbum dela no começo da carreira e que tem "enorme gratidão", além de muito respeito pela carreira dele. "A decisão é absolutamente artística".

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit

Assuntos Relacionados