Imperador Akihito deixa o trono, a primeira abdicação em 200 anos no Japão

Em meados de 2016, o imperador manifestou seu desejo de deixar o cargo, o qual não conseguia mais "exercer de corpo e alma", devido à sua idade avançada; hoje ele tem 85 anos