Vem Empreender apresenta webinário sobre modelo de negócios

Última palestra do projeto Vem Empreender – A Retomada ensina o que não pode faltar em cada etapa do modelo de negócios.

Legenda: David Travesso Neto é especialista em empreendedorismo e vai ministrar a última aula do Vem Empreender.
Foto: Acervo pessoal

A ideia do negócio, num primeiro momento, parece boa e possível. Mas quando o empreendedor coloca no papel e esmiuça todos os detalhes dela no plano de negócio, é que se vê o que é viável ou não, o que precisa ser alterado ou não. Essa análise pode gerar dúvidas nos empreendedores. É em resposta a eles que o Projeto Vem Empreender – A Retomada lança hoje o webinário “Repensando o modelo de negócio: da execução a inovação”, disponível no YouTube do Diário do Nordeste.

A aula será ministrada por David Travesso Neto, sócio-fundador e atual presidente do CSEMBrasil, Instituto de Tecnologia para iniciativas de inovação no desenvolvimento de eletrônicos de impressão e novos materiais, e sócio da FIR Capital, uma das primeiras empresas brasileiras a desbravar o mercado de capitais.

No webinário, todas as questões relacionadas ao modelo de negócio como, estrutura, proposta de valor, relação com o cliente, canais de entrega, parcerias e atividades da empresa serão esclarecidas. “É fundamental fechar o projeto com esse assunto porque é um tema que vai abranger os principais elementos ligados ao projeto, que é a retomada nesse período pós-pandemia”, afirma Rogério Nicolau, coordenador do Escritório de gestão empreendedorismo e sustentabilidade da Universidade de Fortaleza (EGES). “E terminar com essa análise do David Travesso que é um super especialista em empreendedorismo, uma pessoa que tem muitas experiências, inclusive na parte de acesso a capital, vai ser uma forma rica de finalizar o projeto”, acrescenta.

A palestra encerra uma série de conteúdos abordados pelo projeto Vem Empreender que trouxe variados temas e cases de sucesso, como o Evino, para ajudar empreendedores e empreendedoras a retomar os negócios neste momento. “O case Evino, por exemplo, nos mostrou que na crise também podemos aproveitar as oportunidades que acabam aparecendo. Foi bom olhar por essa ótica, de saber que na pandemia, embora tenha causado e continue causando estragos, existe sim formas de modificar o negócio, de adaptar as de atender os clientes. Afinal, eles também mudam”, observa o coordenador do EGES.

Dúvidas 

O Vem Empreender terminou, mas todos os conteúdos ainda podem ser acessados no site e Diário do Nordeste. Caso você, empreendedor, tenha dúvidas, o EGES tem canal aberto para receber e saná-las. “Pode mandar para o eges@unifor.br ou mesmo entrar em contato com a gente e agendar um atendimento. Temos professores e alunos para dar essa resposta às empresas que passam dificuldades e complexidades”, afirma Rogério Nicolau.

Quero receber conteúdos exclusivos do Vem Empreender

Assuntos Relacionados