Prefeito Eduardo Paes prevê Carnaval do Rio sem restrições em 2022

Mesmo sem previsão do fim da pandemia, gestor projeta que Carnaval do ano que vem será "um dos maiores que a gente já teve"

Escolas de samba do Rio de Janeiro já se preparam para retornar em 2022.
Legenda: Escolas de samba do Rio de Janeiro já se preparam para retornar em 2022.
Foto: Roberta Souza

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, disse neste domingo (3) que em 2022 pretende realizar sem medidas de distanciamento o Carnaval carioca, que este ano foi suspenso devido à pandemia do coronavírus.

"Até novembro a gente vacina toda a população carioca com as duas doses” do imunizante contra a Covid-19, “então muito provavelmente em novembro a gente não tem mais restrição nenhuma e com certeza a gente vai ter um Carnaval, um dos maiores que a gente já teve, provavelmente sem nenhuma restrição”, declarou Paes em um evento oficial no Méier, zona norte do Rio.

A cidade de quase 7 milhões de habitantes acumula mais de 34 mil mortes e 480 mil infecções desde o início da pandemia, mas já vacinou 99,2% dos maiores de 12 anos com uma dose e 65,9% com duas.

“A única certeza que a gente tem é que estamos vacinando todo mundo, e com todo mundo vacinado, a vida volta ao normal”, afirmou Paes.

“Quem vai ficar fazendo distanciamento no Carnaval? Fica até ridículo, pedindo um metro de distância. Se tivesse, eu seria o primeiro a desrespeitar”, acrescentou brincando.

Vacinação e eventos-teste

As autoridades cariocas esperam que o avanço da vacinação nos próximos meses - que incluirá uma dose de reforço para grupos de risco - também permita a realização do Réveillon, que também foi cancelado na última virada de ano por causa da pandemia.

Nas últimas semanas, a Prefeitura do Rio autorizou a realização de eventos-teste com o público, como jogos de futebol e festas sem a obrigatoriedade do uso de máscaras, mas que obrigaram os participantes a apresentar certificado de vacinação e teste PCR negativo.

Desde 15 de setembro, o passaporte sanitário também é necessário para visitar os principais pontos turísticos do Rio. A exigência do passaporte chegou a ser suspensa na quinta-feira devido a uma decisão judicial, mas o Supremo Tribunal Federal (STF) o restabeleceu um dia depois.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil

Assuntos Relacionados