Origem do Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ vem de manifestação em 1969, em Nova York

Protesto que deu origem à data pregava pela defesa do clube gay Stonewall Inn

Bandeira LGBTQIA+
Legenda: Movimento ganhou força em todo mundo como forma de luta pelos direitos LGBTQIA+
Foto: Shutterstock

O Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, comemorado nesta terça-feira (28), surgiu de um confronto entre policiais e manifestantes nos Estados Unidos, na mesma data em 1969. Na ocasião, o protesto era realizado para defender o clube gay Stonewall Inn, localizado no coração do bairro de Greenwich Village, em Nova York.

Por conta da regulamentação estadual, que tinha leis contra homossexuais muito rígidas, o mafioso "Fat Tony" Lauria fundou o local como um clube privado, onde se podia consumir bebida alcoólica sem medo. As informações foram discutidas pelo pesquisador David Carter, ouvido pela repórter Emanuella Grinberg, da CNN.

No entanto, após uma série de visitas policiais ao estabelecimento, em 1969 uma investida surpresa ocasionou um levante de seis dias. 

Confusão generalizada

Em meio à confusão, que se iniciou no dia 24 de junho e seguiu até o dia 27, os manifestantes chegaram a jogar objetos contra os policiais que tentavam prender uma mulher homossexual. Além disso, o clima de revolta se instalou na cidade por diversos dias. 

Ao todo, 21 pessoas morreram e um taxista morreu de infarto após ter o próprio carro invadido durante as manifestações.

Já em 1970, milhares de pessoas participaram da primeira marcha do Dia da Libertação da Rua Christopher, que havia sido bloqueada por manifestantes na época, e acabou conhecida como a primeira 'Parada Gay'

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados