Jesse Koz e Shurastey estavam a dois dias do Alasca no momento do acidente

O catarinense e o cão de estimação morreram em uma colisão nos Estados Unidos

Jesse e Shurastey em foto no Dodongo
Legenda: Jesse Koz e Shurastey chegaram a percorrer mais de 85 mil quilômetros no fusca 1978
Foto: Reprodução

O brasileiro Jesse Koz, de 29 anos, e o cachorro Shurastey, mortos em um acidente em Oregon, nos Estados Unidos, estavam a apenas dois dias do destino final, o Alasca, quando ele perdeu o controle do fusca 1978 e bateu em um Ford Espape que vinha no sentido contrário da via.

Jesse havia contado no último sábado (25) no Instagram, perfil com 748 mil seguidores, que ele e o cão estavam na cidade de Grants Pass, se preparando para entrar no Canadá e seguir rumo ao Alasca, onde chegariam em cerca de 41 horas.

"Agora deixa eu preparar meu café da manhã, desarmar a barraca pra gente poder seguir viagem!", escreveu o catarinense na rede social.

Colisão

O acidente de trânsito ocorreu próximo à cidade de Portland, nos EUA, na última segunda-feira (23). A imprensa local informou que o fusca de Jesse teria tentado desviar de um engarrafamento, perdeu o controle e invadiu outra pista, batendo em um veículo Ford Escape.

O condutor do outro carro teve ferimentos e foi encaminhado ao hospital. 

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, informou na noite dessa terça-feira (24) que solicitou apoio ao Itamaraty para fazer o translado do corpo do influenciador e do animal. 

Viagem pelo mundo

Jesse Koz e Shurastey chegaram a percorrer mais de 85 mil quilômetros no fusca desde 2017 e já tinham visitado 16 países.

A trajetória fazia parte do projeto “Shurastey or Shuraigow?”. O nome faz uma referência à música da banda The Clash, “Should I Stay or Should I Go”, que questiona se "Devo Ficar ou Devo Ir".