Esteticista queima rosto de cliente e deixa manchas e cicatrizes permanentes

A turca de 42 anos relatou que a profissional se distraiu discutindo com o namorado ao telefone durante o procedimento

Montagem de antes e depois de turca que teve o rosto queimado após estaticista se distrair durante procedimento estético
Legenda: A mulher decidiu processar a clínica por negligência e relatou que está com a autoestima baixa após o ocorrido
Foto: reprodução/The Sun

Uma mulher, de 42 anos, decidiu processar um salão, na região de Muratpasa, em Antalya, Turquia, após ter o rosto queimado durante um tratamento de rejuvenescimento facial. Segundo a publicação do The Sun, o laser deixou diversas manchas e cicatrizes na face da vítima depois que a esteticista se distraiu durante o procedimento. 

Asli Ilhan relatou ao tabloide britânico que sentiu o rosto queimar, enquanto ouvia a profissional discutir ao telefone com o namorado, durante o segundo procedimento a laser que realizava na clínica, onde era paciente desde novembro de 2020.

A vítima contou que, após o ocorrido, passou em uma farmácia para comprar cremes que aliviassem a dor, mas acabou com cicatrizes permanentes em toda a face. “As pessoas às vezes cometem erros, mas eu paguei um preço alto”, desabafou. 

Após o ocorrido, a mulher decidiu processar a clínica por negligência e relatou que está com a autoestima baixa devido ao procedimento mal sucedido. 

"Estou enfrentando um problema maior do que pele flácida agora com as marcas no meu rosto. Me sinto péssima", revelou. "Não só meu rosto estava gravemente queimado, mas também sofri muito com o meu psicológico durante esse período", acrescentou.

O tribunal ordenou que o estabelecimento desembolsasse à Ilhan US$ 260, cerca de R$1.465, pelo erro. O valor foi considerado "simplesmente insuficiente", segundo disse a advogada da cliente, Suleyman Kesici.

"Achamos que a pena por queimar o rosto de uma pessoa de uma forma que deixa marcas óbvias não é uma multa”, destacou a advogada. Ilhan acrescentou: “Eu absolutamente não aceito essa decisão".

A vítima também exigiu o estorno do dinheiro investido no tratamento realizado por outro salão, que procurou para consertar a condição, mas só piorou a situação, informou ao The Sun

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo