Elon Musk pede ajuda a funcionários após trimestre difícil na Tesla

Bilionário pede união com força para recuperação da empresa

Fábrica da Tesla
Legenda: Elon Musk pede ajuda aos funcionários para recuperação da Tesla
Foto: Divulgação/Tesla

Preocupado com os resultados dos últimos três meses, o CEO da Tesla, o bilionário Elon Musk, pediu a seus funcionários que se unam para a recuperação da fabricante de veículos elétricos. As informações são da revista Veja.

Em um memorando interno vazado, o executivo destaca o "trimestre muito difícil", em razão da cadeia de suprimentos e do fechamento da fábrica de Xangai por conta de um novo surto de Covid-19. 

“Este foi um trimestre muito difícil, principalmente devido aos desafios da cadeia de suprimentos e produção na China. Então, precisamos nos reunir com força para nos recuperar!", disse ele. 

Musk ressaltou, no entanto, que a fábrica está voltando após o período de restrições e que a unidade do Texas, nos Estados Unidos, está aumentando a produção. Ele destacou, ainda, a recuperação da fábrica de Berlim, que construiu quase 1.000 carros, enquanto sua fábrica em Fremont, Califórnia, registrou um dia recorde de produção. 

Queda de 34% em 2022

As ações da Tesla já recuaram 34% em 2022, sendo 18% apenas em julho. Além da crise de suprimentos e dos lockdowns chineses, as ações da companhia também foram afetadas após as tentativas de Musk de comprar o Twitter. 

O executivo havia feito uma proposta para adquirir a rede social por 44 bilhões de dólares, mas vem dados sinais de que pode não seguir em frente com o acordo.  Por volta das 13 horas desta segunda-feira (13), as ações da Tesla recuavam 4,7%. 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados