Elon Musk compra o Twitter por US$ 44 bilhões

Bilionário deve fechar acordo para compra do aplicativo ainda nesta segunda-feira (25)

Elon Musk
Legenda: Bilionário Elon Musk oferta US$ 43 bilhões para ser dono do aplicativo
Foto: Brendan Smialowski/AFP

O acordo de venda do Twitter deve ser concluído ainda nesta segunda-feira (25). O aplicativo aceitou a oferta de US$ 44 bilhões de Elon Musk, e a transição deve ser anunciada até o fim do dia. As informações são da revista Vogue, com base na agência Reuters. 

O bilionário, dono da Tesla e da SpaceX, quer ter o controle da rede social para tratar problemas de "liberdade de expressão". O objetivo também é eliminar anúncios e bots de spam. 

Elon falou em sua rede social sobre a intenção de tornar o algoritmo do Twitter de código aberto, o que daria mais transparência à forma como a plataforma opera e sobre o que é mostrado aos usuários. 

O bilionário propôs há duas semanas adquirir, ao preço de 54,20 dólares por ação, a rede social. No início de abril, Musk se tornou o maior acionista da empresa ao comprar 9% das ações. 

Em seguida, o Twitter ofereceu a Musk uma vaga no conselho de administração, mas ele rejeitou a oferta. 

A operação é uma reviravolta dramática, após o Twitter anunciar há dez dias que preparava uma manobra conhecida como "pílula de veneno" para dificultar a oferta de aquisição hostil de Musk.

Antes do anúncio, Musk tuitou: "Espero que até meus piores críticos continuem no Twitter, porque isso é o que liberdade de expressão significa".

Quem é Elon Musk?

Bilionário, Elon Musk é dono das empresas Tesla e SpaceX. Formado em física, o sul-africano também é graduado em economia e começou a ter sucesso no mundo dos negócios desde os anos 2000, quando diversificou os investimentos. 

Além das empresas já citadas, Elon Musk é dono da Hyperloop, Neuralink, Startlink, The Boring Company, SolarCity e, anteriormente, do Paypal.

Segundo o ranking da Forbes de 2021, Musk tem uma fortuna estimada em US$ 151 bilhões de dólares.


Assuntos Relacionados