Américas registram alta de 12,7% de novos casos de Covid-19, diz Opas

Número de novos casos em países como México e na América do Sul de forma geral diminuiu 8%

profissional de saúde com epi e segurando teste de covid
Legenda: Número de novos casos em países como México e na América do Sul de forma geral diminuiu 8%
Foto: Jade Gao / AFP

Os casos de Covid-19 aumentaram mais de 50% nos países da América Central, informou a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), nesta quarta-feira (4).

Segundo a entidade, todo o continente americano registrou alta nos últimos dias: as novas infecções aumentaram 12,7%, com 616 mil casos, e as mortes (4,2 mil no total) caíram menos de 1%. No Caribe, porém, as mortes aumentaram 39,6% pela terceira semana consecutiva, em comparação com os sete dias anteriores. 

Já o número de novos casos em países como México e na América do Sul de forma geral diminuiu 8%.

Em comparação com a semana anterior, os casos "continuaram aumentando na América Central esta semana em 53,4% e três de sete países registraram aumentos, embora as mortes continuem diminuindo", afirmou Carissa Etienne, diretora da Opas, em coletiva de imprensa virtual.

Comissão da Opas

Pelo impacto da pandemia na saúde mental nas Américas, a Opas lançará nesta sexta-feira (6) uma comissão de alto nível para analisar esse fenômeno, que afetou a população como um todo e em particular os trabalhadores da saúde, como os enfermeiros.

Para 2030, a região das Américas "precisará de 1,8 milhão de enfermeiros adicionais", informou Etienne. Os Estados Unidos precisarão de mais 1,2 milhão de enfermeiros em sua força de trabalho e o Canadá 60 mil já para 2025.

Importância da vacinação

A diretora reiterou que as vacinas seguem como a melhor forma de salvar vidas, especialmente com aumento de casos. "Devemos alcançar aqueles que seguem não vacinados com o esquema completo para Covid-19 e garantir acesso às doses de reforço, em especial para os mais vulneráveis", disse. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo