Helicóptero Ingenuity da Nasa consegue voar com êxito em Marte

É o primeiro voo controlado realizado em outro planeta

O helicóptero Ingenuity, da Agência Espacial estadunidense (Nasa), realizou o primeiro voo em Marte, conforme anunciado na manhã desta segunda-feira (19). O helicóptero integra a missão do robô Perseverance, que chegou a Marte em fevereiro.

Esse é o primeiro voo controlado realizado em outro planeta. A tentativa deveria ocorrer em 11 de abril, mas foi adiada para ajustes no sistema. 

Ingenuity alçou voo a 3 metros acima da terra vermelha e se manteve instável por 30s no ar, segundo divulgado pela Nasa. As informações completas do voo e novas imagens devem ser divulgadas em breve pela agência. 

"Não sabemos exatamente onde  Ingenuity nos levará, mas os resultados de hoje indicam que o céu - pelo menos em Marte - pode não ser o limite", afirmou Steve Jurczyk, administrador interino da Nasa, ao anunciar o sucesso do voo. 

O helicóptero tem cerca de 49 cm de altura, 1,8k kg e 4 pás com 1,2m de largura. A aeronave não tem elementos científicos. 

foto do voo de ingenuity
Legenda: Imagem do voo em Marte transmitida pelo helicóptero Ingenuity
Foto: Reprodução/Nasa

Segundo a Nasa, seis engenheiros participaram da missão do voo. O Perseverance foi utilizado para dar suporte ao voo, intermediando a comunicação entre o helicóptero e a missão de controle.

Com o sucesso do voo, as próximas missões ao Planeta Vermelho podem incluir helicópteros como batedores ou coletores de dados por conta própria, segundo a agência. 

Ingenuity deve voar pelo menos outras quatro vezes, aumentando a altura do voos. Um dos engenheiros responsáveis afirmou anteriormente, em coletiva de imprensa, que o helicóptero pode tentar voar 50 metros acima de superfície de Marte. 

Missão Perseverance 

Perseverance é o maior e mais complexo veículo já enviado para Marte. Construído no Laboratório de Propulsão a Jato (Jet), na Califórnia, pesa uma tonelada e está equipado com um braço robótico de quase dois metros e 19 câmeras.

O robô deve extrair 30 amostras de rochas e terras, que serão enviadas à Terra em 2030. Um dos experimentos deve obter oxigênio da atmosfera marciana, através de um instrumento. 

O objetivo é que os seres humanos, caso viajem a Marte, não tenham que transportar oxigênio da Terra. A Nasa tem planos de uma missão tripulada para o planeta, mas ainda em fase preliminar.

A viagem feita pelo robô, foi de quase 480 milhões de km e começou em julho de 2020.  O Perseverance sobreviveu aos "sete minutos de terror" da perigosa manobra que precederá seu pouso. A pequena aeronave Ingenuity chegou ao planeta acoplado no robô.

O local escolhido, a cratera de Jezero, é o local de pouso mais perigoso já tentado. Em sete minutos, o veículo conseguiu passar de uma velocidade de 20.000 km/h para 0. 


Assuntos Relacionados